quinta-feira, 30 de junho de 2016

Livro revela diversas teorias do universo geek

Luke Skywalker não sabe ler e outras verdades geeks, é o primeiro livro do autor Ryan Britt, que promete contar muitas verdades sobre esse universo geek tão adorado. Publicado pelo selo Chronos da Editora Pandorga, a obra revela respostas para perguntas nunca antes pensadas por esse público.
Afinal, como o próprio autor escreve: “Se houvesse um grupinho onde todos concorda­vam em ser normais juntos, eu não fazia parte dele.” Ryan era um geek antes mesmo desse termo ser relacionado com pessoas legais, e antes de todo esse universo se tornar mais popular do que nunca.
“[...] a Gap, de repente, está vendendo camisetas do Star Trek. Parece que de uma hora para outra, ser “geek” passou a ser legal, e um artigo de um blog alardeia que os geeks não apenas estão na moda, como também a moda veio para ficar. Os geeks herdaram a Terra, e é por isso que Star Trek, Star Wars, os heróis de histórias em quadrinhos e os romances fantásticos estão mais populares do que nunca. ” (p.10)
Com capítulos curiosos, conspiratórios, engraçados e “polêmicos”, o livro convida os leitores a entrar na cabeça maluca do autor, conhecer um pouco de sua vida e verdades geeks. Com uma linguagem bem informal e descontraída, e abusando de criatividade mesclada com sua maluquice, o escritor recheia a obra com referências cinematográficas.
Alternando entre anedotas pessoais, insights hilários e análises inteligentes, Luke Skywalker não sabe ler e outras verdades geeks irá mostrar que Barbarella é bom pra você, que filmes de monstros não passam de comédias com problemas de compromisso, que Drácula e Sherlock Holmes são completos hipsters e o mais chocante: que todos no universo Star Wars são analfabetos funcionais.” (capa).
 O livro é feito para todos aqueles que já fingiram que a lanterna era um sabre de luz, enfrentaram filas de cinema à meia-noite ou sonharam em ser abduzidos por alienígenas. Luke Skywalker não sabe ler e outras verdades geeks, está aquém da cultura pop-literária e vai contar histórias como: por que os robôs hipsters vão salvar a todos nós; por que ninguém se incomoda com as novas versões de Hamlet; como seria se Frodo não existisse; e alguma teoria maluca sobre De volta para o futuro.
Sem dar spoilers, listamos abaixo 10 curiosidades exclusivas da mente de Ryan Britt:
  1. O que ficção científica tem em comum com rock-and-roll?
  2. Todos no universo Star Wars são analfabetos funcionais mesmo?
  3. Afinal, os vampiros são sexys?
  4. Existe mesmo alguma relação entre ficção científica e Sherlock Holmes?
  5. Qual a semelhança entre Pete Best e Ringo Star com Frodo e Bilbo Bolseiro?
  6. Capitão Kirk é o pai de Luke Skywalker?
  7. Por que os robôs hipsters vão salvar nossas vidas?
  8. Será que alguém liga para as novas versões de Hamlet?
  9. Será que compreendemos tudo à respeito do “De Volta para o futuro”?
  10. Como Doctor Who pode mudar a sua vida?
Read More

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sem gentileza, de Futhi Ntshingila, não é um livro qualquer


Este não é um livro qualquer. Sem gentileza foi escrito por Futhi Ntshingila. Ela é sul-africana. Ela é Zulu.

Embora tão rica em particularidades — e aqui contada com as tintas únicas de uma cultura que não é a nossa, a partir de um imaginário tão diferente e de um jeito tão próprio –, histórias muito semelhantes a esta brotam por todos os cantos do mundo. São histórias de mulheres a quem não foi dada outra opção a não ser resistir e tentar, como der, preservar a própria integridade.

Mulheres que precisam ser fortes — apenas porque são mulheres.

A jornada que levou à publicação deste livro começou, na verdade, com a editora Modjaji Books, da Cidade do Cabo, e sua incrível publisher militante Colleen Higgs. A editora, batizada em homenagem à deusa da chuva, existe para dar espaço às mulheres sul-africanas, cujas vozes vibrantes permaneciam relegadas à margem e à sombra desde sempre.

A edição brasileira em português de Sem gentileza é a primeira em uma língua estrangeira. A própria autora agora se dedica a traduzi-lo para o isiZulu. Que este livro encontre muitos leitores e leitoras no Brasil, e que isto permita que a editora continue trazendo muitas outras histórias que ajudem a dar voz a quem não tem.

A autora – Futhi Ntshingila nasceu em Pietermaritzburg, em 1974, e vive em Pretória. Publicou dois romances: Shameless (2008), e Sem gentileza (2014). Sua literatura é dedicada à preservação da memória de mulheres cujas trajetórias foram historicamente ignoradas. Jornalista de formação, mestra em Resolução de Conflitos, ela busca colocar em prática as suas ideias no escritório da presidência de seu país, a África do Sul.
Read More

Colorista brasileira Cris Peter está confirmada na CCXP 2016


A CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), que acontece entre 1 e 4 de dezembro no São Paulo Expo, confirma a presença da colorista Cris Peter, primeira brasileira indicada para o Prêmio Eisner, considerado o Oscar dos quadrinhos. A artista junta-se a Brian Azzarello, Arthur Adams, Frank Quitely, Eduardo Risso e outros grandes nomes já anunciados para a CCXP 2016.

Com 14 anos de experiência, Cris Peter já trabalhou para as editoras DC Comics, Marvel e Image e coloriu títulos como “Superman/Batman”, “Astonishing X-Men”, “Quarteto Fantástico”, “Capitão América & Namor” e “Hawkeye vs Deadpool”. Em 2012, tornou-se a primeira brasileira indicada ao Prêmio Eisner com a publicação “Casanova”. Seu trabalho também pode ser visto nas Graphic MSP “Astronauta – Magnetar” e “Astronauta – Singularidade”, com arte e roteiro de Danilo Beyruth. 


A brasileira escreveu o livro “O Uso das Cores” e atualmente desenvolve um projeto autoral “Patas Sujas”, com o coletivo Estúdio Complementares e a desenhista Érica Awano. Cris também está envolvida no selo Pagu Comics como autora do título “Quimera”. Desde 2015, ela contribui com a programação da CCXP em painéis sobre raça, gênero, diversidade e o papel da mulher na cultura pop.

“Cris Peter é uma das principais profissionais na indústria de quadrinhos do Brasil, atuando com destaque dentro e fora do país. Ter a Cris como convidada da CCXP 2016 é uma forma de celebrar essa profissional incrível e enriquecer ainda mais a programação do evento”, completa Ivan Freitas da Costa, sócio e curador da programação de quadrinhos da CCXP.

A 3ª edição da CCXP – Comic Con Experience acontece entre 1 a 4 de dezembro no São Paulo Expo, próximo à estação Jabaquara do Metrô, com conteúdos para fãs de quadrinhos, cinema, programas de TV, desenhos animados e outras áreas da cultura pop. O evento ocupará 100 mil metros quadrados (80% a mais que na edição de 2015) e espera receber 180 mil visitantes de todos os Estados do Brasil e também do exterior, firmando-se como a maior comic con da América Latina e a terceira maior do mundo em público, atrás apenas da San Diego Comic Con e da New York Comic Con. Para adquirir ingressos no segundo lote promocional de ingressos e saber mais sobre o evento, acesse o site www.ccxp.com.br.
Read More

terça-feira, 28 de junho de 2016

Em 'O instante certo', Dorrit Harazim analisa fotografias importantes da História


Em O instante certo, a premiada jornalista Dorrit Harazim conta a história e as histórias de alguns dos mais célebres fotogramas já tirados. Com o olhar menos interessado em aspectos técnicos do que em aspectos humanos, Dorrit enxerga para além de jogos de luzes e sombras, mirando sempre nas narrativas que as fotografias por vezes revelam e por vezes ocultam. Neste que é seu primeiro livro, Dorrit Harazim nos guia não apenas através das imagens, mas de um universo de histórias interligadas, acasos e aqueles breves instantes de genialidade que só a fotografia pode captar.

Autora
Dorrit Harazim é uma das mais célebres e respeitadas jornalistas nacionais, com passagens pelos principais veículos de comunicação do país. Detentora de quatro prêmios Esso, foi a primeira brasileira a receber o prêmio Gabriel García Márquez de Jornalismo - na categoria Excelência.
Read More

Livro infantil sobre garoto órfão debate temas controversos


Em As Aventuras de Peter no Reino do Mago Magnum, a autora capixaba Elaine Bastos Mayworm traz para o público infantil uma narrativa sobre liberdade interior e coragem para se descobrir. Com desenhos da ilustradora Ana Branco, o título discute muitas questões com todos os leitores, como: a importância de investigar o que os instiga, de compreender a inquietação que move toda criança a conhecer a si mesma e o mundo.

Apaixonada por histórias, Elaine dedica seu tempo para encantar jovens e crianças através das aventuras que escreve, sempre cercadas de magia e muita emoção. Abordando temas tão controversos na atualidade, As Aventuras de Peter no Reino do Mago Magnum revela importantes lições para os pequenos.

Na história, Peter é um garoto órfão, que vive em uma cidade chamada Sem Sorriso. A vida dele costumava ser monótona, até o dia que encontra uma concha mágica que lhe disse um segredo surpreendente – o misterioso unicórnio branco desejava ser livre, e Peter era o único que poderia ajuda-lo. Com isso, o personagem parte em uma aventura pela floresta encantada para cumprir essa missão. Ele só não contava que o terrível mago da noite, o Mago Magnum, iria tentar atrapalhar os seus planos.

“– Mas – balbucia Peter – onde posso encontrar o unicórnio? – Contudo, ao pronunciar estas palavras, quase não consegue ouvir o restante da canção“... O terrível Mago da Noite, o Mago Magmum, dentro da Floresta Encantada...”

Determinado a seguir o sonho de libertar o animal, Peter está disposto a enfrentar todos os desafios que aparecem no caminho. O enredo destaca a importância da autodescoberta e da coragem para enfrentar situações novas, temas essenciais para a juventude. Com essa narrativa, a autora cria um ótimo exemplo para todos os jovens e crianças. Afinal, para eles todos os dias é uma grande descoberta.
Read More

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Todos já desenharam monstros na infância, mas poucos conseguiram dar vida a eles

Keith Donohue escreve histórias realmente assustadoras. Não aquelas com sangue por todos os lados ou sustos premeditados para fazer o leitor pular da cama. O horror está nas sutilezas que são capazes de fazer a pele formigar e nos dar a certeza de que estamos diariamente interagindo com o sobrenatural.

Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar.

Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. E os monstros parecem se aproximar cada vez mais.
 


Na superfície, O Menino que Desenhava Monstros é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador. O romance de Keith Donohue é um thriller psicológico que mistura fantasia e realidade para surpreender o leitor do início ao fim ao evocar o clima das histórias de terror japonesas.
 
Um livro para fazer você fechar as cortinas e conferir se não há nada embaixo da cama antes de dormir. O Menino que Desenhava Monstros receberá o tratamento monstruoso já conhecido pelos leitores da DarkSide em 2016. A história também ganhará uma adaptação para os cinemas, dirigida por ninguém menos que James Wan, o diretor de Jogos Mortais e Invocação do Mal.
Read More

domingo, 26 de junho de 2016

Booktrailer de Domingo #55

O booktrailer de domingo é um espaço para mostrar o que as editoras estão produzindo de legal em material audiovisual para divulgar os seus lançamentos. O post de hoje mostra o booktrailer do livro de fantasia Meio Rei, de Joe Abercrombie, publicado no Brasil pela Editora Arqueiro.

Read More

sábado, 25 de junho de 2016

Obra leva leitores a busca em torno de um dos maiores mistérios do ocidente

Em Misterius In Versus, livro escrito pelo carioca e filho de pais portugueses, Antonio Marcos Correia, os leitores irão mergulhar em uma busca por mistérios inimagináveis através de templos, locais sagrados e destinos turísticos entre o velho continente e a cidade do Rio de Janeiro.

A obra traz como personagem principal Eduardo, um pacato bibliotecário do arquivo público em Portugal, que cai em uma armadilha montada por membros de uma sociedade secreta e passa a ser alvo de chantagem, o que o impele a uma busca por tesouros perdidos.
Na narrativa, a solução em torno do hipotético túmulo de Maria Madalena surge através de um caminho português. Na trama, o poeta Luiz de Camões teria deixado pistas em suas obras e em outros lugares que indicariam a localização de tal segredo.
"Cruz ficou um pouco perplexo tentando descobrir o  que significava aquilo e então se viu na frente de um quebra-cabeças. Tentou ler os números mentalmente de forma pausada, como dizia o título, na esperança de ter alguma luz sobre aquilo. Leu os números na vertical, na diagonal, na horizontal, de trás para frente, mas nada tinha significado especial para ele. Foi quando então teve uma ideia que iria lhe render vários problemas, guardou o papel no bolso da camisa para raciocinar sobre ele na tranquilidade de sua casa. "
O livro, segundo o autor, é uma hipótese histórica, já que traz fatos históricos reais com nexos de ficção entre eles. Além de se basear na literatura acadêmica para compor as páginas, todos os locais descritos foram visitados pelo escritor em viagens. “Essa proximidade com a realidade dá ao leitor a possibilidade de se achar próximo dos mistérios a serem resolvidos e a sensação que podemos fazer parte na vida real na solução deste e de outras incógnitas. Isso é por si só é instigante”, afirma.

A obra chega às livrarias no fim do mês de maio pela editora Chiado.
Read More

sexta-feira, 24 de junho de 2016

As Crônicas de Fiorella

de Vanessa Martinelli (Editora Saraiva)

Chega um ponto na vida da gente em que precisamos abandonar a infância, aquela vida de moleza de ganhar tudo nas mãos e não ter uma preocupação nesse mundo. Essa hora chegou para Fiorella, uma adolescente cheia de personalidade e muito divertida.

Ela divide seus dias entre a chatice da escola, onde convive com sua melhor amiga Flávia, e entre a casa onde tem que conviver com sua mãe e seu irmão mais novo, além de um cachorro muito estranho chamado Rufus. Os seus pais são separados, e agora sua mãe está conhecendo outros homens que podem ou não vir a ser seu namorado, mas a filha não vai deixar barato para todos esses estranhos querendo entrar em sua vida.



A jovenzinha conta em detalhes o seu dia a dia, as confusões em que se mete, e sua convivência com a família. Ela fica encanada com todas as coisas que me preocupavam quando eu tinha a idade dela, então dei muita risada lendo o livro e me identificando com a protagonista. Cada cena de vergonha e humilhação na escola, os castigos e briguinhas domésticas, tudo que os irmãos aprontam um para o outro, tem muita realidade em cada cena. 


Não é surpresa para quem acompanha o blog há mais tempo que sou fã do trabalho da Vanessa Martinelli, todos os livros dela tem esse poder de evocar situações que eu já vivi com a idade dos personagens. Amei as leituras de Amigos Inimigos, e Amigos Inimigos - A Formatura, e com Fiorella não foi diferente. Além disso, a escrita da autora tem um humor tão puro e divertido, que te faz gargalhar e não deixa o sorriso sair do rosto enquanto está conhecendo a Fiorella (que é meio doidinha, mas quem de nós não foi um dia?). Suas personagens são cheias de uma inocência, que a princípio pode parecer até meio boba, mas que são um bálsamo em um mundo de gente cínica e falsidade. Te faz desejar ter pessoas assim na sua vida, e se você ainda não conhece o trabalho dessa ótima escritora brasileira, eu sugiro que dê uma chance e não vai se arrepender, independente de sua idade. 


O livro tem capítulos curtinhos, e é como o nome diz, um punhado de crônicas. Além do tema, e da escrita, acho que esse formato é muito válido, especialmente para os leitores mais novos. Também tem muitas ilustrações fofas. Se eu que já estou na casa dos 20 e poucos amei a história, e dei muita risada, imagine alguém que faça parte do público alvo. Com certeza são 110 páginas de entretenimento de qualidade. 
Read More

Música de Sexta - Iwan Rheon

Música de Sexta é uma sessão semanal para mostrar algumas dicas musicais. A música de hoje é uma homenagem ao episódio do último domingo de Game of Thrones, onde um dos personagens que brilhou na Batalha dos Bastardos foi Ramsey Bolton, vivido pelo ator Iwan Rheon. O que muita gente não sabe é que além de dar vida um dos personagens mais malignos das séries, Iwan é um amor de pessoa, e um músico super talentoso. Segue o clipe da música dele, Bang! Bang!. Olha só:

Read More

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Livro infantil traz história de ratinha que procura grande amor

Neste mês é comemorado no Brasil o Dia dos Namorados. Para celebrar essa data, a Editora Mundo Mirim apresenta a história da Ratinha Cor-De-Rosa, que luta para encontrar o seu verdadeiro amor.

Numa narrativa linear bem-humorada, A Ratinha Cor-De-Rosa Do Rabinho Azul-Escuro traz a trajetória de Filó Filomena da Gema, uma ratinha cor-de-rosa com o rabinho azul-escuro que tem um sonho. Ela sonha com seu ratinho encantado: ele é amarelo com rabinho azul-escuro.

Página após página, vários pretendentes aparecem de tudo quanto é jeito — colorido, de bolinha, de brinco, aventureiro, motoqueiro... até mesmo um meio pirado — todos querendo pedir a mão de Filó em casamento. A ratinha nem dá bola, nem mesmo quando surge o mais bonito de todos. Apesar disso, a ratinha persevera em seu sonho, e a partir de então, ela pede ajuda ao rei Leão para encontrar o rato dos seus sonhos.

Ninguém põe muita fé de que um dia esse "ratinho encantado” apareça, mas ela continua acreditando. Além de contar uma história de amor, o livro aborda temas como afetividade, diversidade cultural e perseverança.
Read More

HQ holandesa January Jones chega ao Brasil pela AVEC


A AVEC Editora estreia em grande estilo na sua empreitada de trazer ao Brasil novos títulos europeus. A partir de junho chega às livrarias e comic-shops January Jones: Corrida Contra a Morte (48 páginas, 21x28cm, papel couché 170g, R$ 34,90), escrita por Martin Lodewijk e desenhada por Eric Heuvel. O álbum é o primeiro volume de uma série ambientada na década de 1930 e que narra as aventuras de uma aviadora destemida. Na Europa a personagem é considerada a sucessora de Tintim dentro do estilo de quadrinhos conhecido como linha clara.

Em suas aventuras, January Jones viaja pelo mundo a bordo de um avião Havilland Comet, enfrentando conspirações e perigos com muita ação, aventura, suspense e humor. Uma característica marcante dos álbuns da personagem é a inserção de citações a fatos e personagens históricos. Para um melhor aproveitamento da HQ, a edição da AVEC conta com notas de rodapé explicativas que visam contextualizar o leitor brasileiro sobre alusões à história da Europa. “Várias das citações a personagens ou episódios históricos na edição são de fácil compreensão para os europeus, mas para que os brasileiros, que podem não conhecer tão a fundo a história da Europa, resolvemos inserir as notas para que nossos leitores tenham a melhor experiência possível”, explicou o editor Artur Vecchi.

O álbum January Jones: Corrida Contra a Morte já pode ser adquirido através do site da AVEC (http://www.avecstore.com.br) e chegará durante as próximas semanas nas principais redes de livrarias e comic-shops do país.

Sinopse

Em Corrida Contra a Morte, January Jones deixa os céus um pouco de lado para participar do Rali de Monte Carlo, uma famosa prova que existe desde 1911. Nesta aventura, Jones pilota o Viragiro, um carro revolucionário que lhe traz muitas chances de alcançar a vitória. Enquanto tenta chegar ao fim do trajeto, ela luta contra espiões alemães, corredores desleais e encara muita neve.

Inspiração 

A personalidade forte e independente de January Jones é um dos pontos altos da personagem, da mesma forma que seu visual também tem uma composição complexa e fiel à realidade da aviação na década de 1930. Questionado sobre as inspirações para a criação do visual e das atitudes da protagonista, o co-criador Eric Heuvel revelou uma curiosidade: “Eu gostava, e ainda gosto, muito das estrelas dos anos trinta. Assim para compor January Jones eu me inspirei em uma atriz chamada Ginger Rogers. Eu me baseei nela para diversos aspectos da personagem, mas estava especialmente inspirado por seu estilo de cabelo, porque eu pensei que January precisava parecer impressionante, mesmo depois de retirar seu capacete de voo”. 

Expectativa

Quando perguntado sobre a sua expectativa a respeito da chegada de sua personagem ao Brasil, Heuvel se mostrou bastante empolgado: “Até pouco tempo atrás eu nem sabia que o Brasil é um país que ama quadrinhos. Meus olhos se abriram quando eu soube do interesse de uma editora brasileira, anos atrás, em publicar algumas HQs minhas sobre o Holocausto e a Segunda Guerra Mundial. E agora, depois do interesse por January Jones, eu estou empolgado e olhando para o Brasil de uma maneira totalmente diferente agora”.
Read More

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Iron Studios apresenta novos colecionáveis na Expo Disney 2016


Nos dias 15 e 16 aconteceu em São Paulo, no Transamerica Expo Center, a Expo Disney, evento de negócios para comerciantes e licenciados com lançamentos e novidades relacionadas ao universo Disney. Na ocasião, a Iron Studios, desenvolvedora e produtora de figuras colecionáveis oficiais altamente detalhadas, apresenta suas novidades que entrarão no mercado nos próximos meses.

Entre as novidades foram exibidos dois colecionáveis que serão vendidos exclusivamente na Comic Con Experience 2016, maior evento de cultura pop da América Latina que acontece de 1 a 4 de dezembro no São Paulo Expo. São elas: o Dr. Octopus (34 cm) da linha Marvel Comics Série 3 - Art Scale escala 1/10, e o Chewbacca (22 cm) da Linha Star Wars Série 2 - Art Scale 1/10, que acompanha o C-3PO desmontado na mochila, fazendo referência ao episódio V da saga.

“Assim como na edição 2015 da Comic Con Experience, a Iron Studios presenteia os fãs de quadrinhos com a venda de duas peças exclusivas que retratam os principais personagens de cultura pop do universo Disney”, ressalta Marcelo Bassoli, gerente da Iron Studios.

Além das peças exclusivas da CCXP, a empresa exibirá pela primeira vez três colecionáveis do filme Capitão América: Guerra Civil da linha Legacy Replica escala 1/4: Falcon (75 cm), War Machine (75 cm) e Black Panther (56 cm). Os colecionáveis fazem parte de um diorama de seis peças no total, que representam uma batalha do filme.

Para saber mais sobre a Iron Studios, acesse: www.facebook.com/ironstudios
Read More

terça-feira, 21 de junho de 2016

Editora Intrínseca lança Destinos e Fúrias, de Lauren Groff

Aos 22 anos, Lotto e Mathilde são jovens, perdidamente apaixonados e destinados ao sucesso. Eles se conhecem nos últimos meses da faculdade e antes da formatura já estão casados. Seguem-se anos difíceis, mas românticos: reuniões com amigos no apartamento em Manhattan; uma carreira que ainda não paga as contas; uma casa onde só cabem felicidade e sexo bom. Uma década depois, o caminho tornou-se mais sólido. Ele é um dramaturgo famoso e ela se dedica integralmente ao sucesso do marido. A vida dos dois é invejada como a verdadeira definição de parceria bem-sucedida.

Porém, nem tudo é o que parece; toda história tem dois lados, e em um casamento essa máxima se faz ainda mais verdadeira. Se em "Destinos" somos seduzidos pela imagem do casal perfeito, em "Fúrias" a tempestuosa raiva de Mathilde se revela fervendo sob a superfície. Em uma reviravolta emocionalmente complexa, o que começou como uma ode a uma união extraordinária se torna muito mais.

Com profundidade e um emaranhado de tramas, a prosa vibrante e original de Destinos e fúrias comove, provoca e surpreende. Um romance sobre os muitos casamentos possíveis entre o amor, a arte e o poder e sobre os diferentes pontos de vista pelos quais essas combinações podem ser enxergadas.
Leia um trecho:
Read More

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Boa Noite! Livre-se da Insônia

Uma boa noite de sono é um dos doces prazeres da vida, traz mais energia, melhora o humor, aumenta a produtividade e até prolonga a vida. Em Boa noite! Livre-se da Insônia, obra publicada pela Bazar Editorial, a educadora e psicoterapeuta, Barbara L. Heller, traz dicas de fácil aplicação que ajudam na mudança de hábitos prejudicais ao sono. 

Seja o problema de sono crônico ou ocasional, este livro, traz mais de 250 instruções de fácil aplicação e que realmente funcionam. As técnicas incluem terapias alternativas, exercícios, mudanças na alimentação e no estilo de vida, além de dicas para induzir o sono, incluindo alimentos adequados, banhos, travesseiros especiais, aromatizando e muito mais. 

Não seja vítima da falta de sono! Muitas pessoas suportam a frustação e o cansaço de noites mal dormidas, resignadas com o que consideram ser seu destino inevitável. Embora não tenhamos controle consciente do sono, podemos mudar suas circunstâncias para melhorá-lo.

 O sono por si só não resolve os problemas, mas pode fornecer energia e novas perspectivas para o homem encontrar soluções. Em nove capítulos, a autora descreve como e por que as pessoas dormem: Alterações do sono ao longo da vida; Uma autoavaliação de que tem dificuldade para dormir e quais são as doenças; Mudança de hábitos que prejudicam o sono; Ambiente aconchegante; Estratégias de autoajuda; Como relaxar quando se está adormecendo; Indicações de medicamentos naturais; E ainda, quando a autoajuda não ajuda. 

Através dos bons conselhos da autora, os leitores que têm dificuldade para adormecer identificarão o que é preciso fazer para obter mais deste doce prazer.
Read More

Revista Speak Up investe nas plataformas digitais

No mundo ocidental, depois da língua de origem de cada país é a língua inglesa que conecta todos os povos. O sucesso pessoal e profissional depende, muitas vezes, de boa desenvoltura em inglês, além de se estar muito bem informado. No Brasil, a melhor junção de assimilação da língua ao mesmo tempo em que se informa e se diverte foi traduzida pela publicação Speak Up, desde 1987 no mercado nacional. Agora, a partir de junho de 2016, a revista assume formato exclusivamente digital podendo ser acessada de todos os dispositivos, computadores, tablets e smartphones.

A revista consolidou-se no mercado brasileiro por trazer um conteúdo atrativo falado e escrito no inglês nativo, britânico ou americano, com recursos em multimídia. Os assuntos variam desde cinema, comportamento, política, turismo, curiosidades, além da própria língua inglesa, acompanhados de uma breve introdução em português e um glossário com a tradução das palavras mais difíceis. As entrevistas disponibilizam a fala do próprio entrevistado enriquecendo o conteúdo com sotaques regionais de várias partes do mundo. Toda edição apresenta uma letra de música, e a própria, muitas vezes do cobiçado circuito independente norte-americano, propiciando ainda mais ineditismo ao acesso da publicação. Aliás, por se tratar de conteúdo internacional, muitos de seus artigos são exclusivos no Brasil.

Com relação ao ensino da língua inglesa, a revista merece um capítulo à parte. Mesmo não sendo um material didático clássico, a revista oferece esboços de aulas já preparados, baseados em alguns dos artigos publicados. As matérias trazem o nível de inglês divididos em básico, intermediário e avançado, lembrando que com sotaques do locutor e entrevistados. Por exemplo, no nível básico as matérias são mais breves e os locutores leem o texto mais pausadamente. Em todas as edições haverá pelo menos algumas matérias identificadas como básico e intermediário. Familiarizado, o aluno depois pode seguir com outras matérias de entrevistados de língua nativa inglesa. No ensino de inglês, didático ou não, é notória a preferência dos alunos pelo aprendizado através da música, e a revista ainda desperta o interesse duplamente pelo conteúdo inédito que trabalha.

Na nova plataforma exclusivamente digital, a Speak Up está sendo oferecida em três opções. Na opção Revista Digital Standard todos os recursos de texto, áudio e imagens são disponibilizados para navegação nos dispositivos smartphone, tablet ou computador. A segunda opção é a Revista Digital Áudio Plus onde, além dos áudios já presentes com as matérias, é possível carregar no celular, gravar em CD ou fazer download dos arquivos de áudio em formato MP3 para usar quando e onde quiser. E, finalmente, a terceira opção, Revista Digital Master, com todos os recursos já citados na versão para PC e Mac, inclusive o áudio pack, mais a possibilidade de imprimir as páginas que desejar. Chamado de “Teacher’s Pack”, é conveniente também para escolas e todos que quiserem manusear os conteúdos em papel.

Preços dos pacotes oferecidos*:
- Revista Digital Standard: R$ 11,90 por edição
- Revista Digital Áudio Plus: R$ 18,90 por edição   
- Revista Digital Master: R$ 24,90 por edição
Read More

domingo, 19 de junho de 2016

Booktrailer de Domingo #54

O booktrailer de domingo é um espaço para mostrar o que as editoras estão produzindo de legal em material audiovisual para divulgar os seus lançamentos. Todo mundo faz aniversário, não tem como evitar. Alguns preferem festejar com vários amigos, outros não querem nem pensar sobre isso. O tempo vai passando e às vezes não percebemos que estamos crescendo: as brincadeiras mudam, outros pensamentos vão aparecendo, a imaginação se transforma. É o que acontece com Chico Bento nesta história clássica, escrita e ilustrada por Mauricio de Sousa e publicada pela primeira vez em 1982.





Read More

sábado, 18 de junho de 2016

Conheça o novo lançamento de Jonathan Franzen, "Pureza"

A jovem Pip Tyler não sabe quem é. Ela sabe que seu nome verdadeiro é Purity, que está atolada em dívidas, que está dividindo um apartamento com anarquistas e que a sua relação com a mãe vai de mal a pior. Coisas que ela não sabe: quem é seu pai, por que a mãe a força a uma vida reclusa, por que tem um nome inventado e como ela vai fazer para levar uma vida normal. Um breve encontro com um ativista alemão leva Pip à América do Sul para um estágio numa organização que contrabandeia segredos do mundo inteiro - inclusive sobre sua misteriosa origem. Pureza é uma história sobre idealismo juvenil, lealdade e assassinato. O mais ousado e profundo trabalho de um dos grandes romancistas de nosso tempo.

'“Oi, minha querida, estou tão feliz de ouvir sua voz”, a mãe da garota disse ao telefone. “Meu corpo está me traindo outra vez. Às vezes acho que a vida não passa de um longo processo de traição do corpo.”  “A vida de todo mundo não é assim mesmo?”, disse a garota, que se chamava Pip. Ela se habituara a telefonar para a mãe no meio do dia, aproveitando a hora do almoço na Renewable Solutions. Ajudava a aliviar seu sentimento de que não era a pessoa certa para aquele emprego, que tinha um emprego que não era apropriado para ninguém ou que não havia nenhum emprego adequado para ela; então, depois de vinte minutos, podia sinceramente dizer que precisava voltar ao trabalho. “Minha pálpebra esquerda está caindo”, sua mãe explicou. “É como se tivesse um peso nela, puxando para baixo, como a chumbada de um anzolzinho, coisa assim.”'
Read More

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Música de Sexta - Karol Conká

Música de Sexta é uma sessão semanal para mostrar algumas dicas musicais. A dica de hoje é uma trilha sonora "espanta bad", para os dias de ouvir música boa e ser feliz. A Karol Conká, nome artístico de Karoline dos Santos de Oliveira, é uma cantora brasileira que está fazendo muito sucesso já há bastante tempo. O som dela é muito feliz, e uma mistura de rap, funk e música pop, com letras de empoderamento feminino, e curtição. Eu amo a canção Toda Doida com o Boss in Drama, mas minha favorita dos últimos tempos é "Tombei":

Read More

Sete breves lições de física vai transformar seu entendimento sobre o funcionamento do universo

Best seller na Itália, Sete breves lições de física traz pequenas lições que nos guiam, com simplicidade e clareza, pelas revoluções científicas que transformaram os séculos XX e XXI. Nesta linda e comovente introdução à física moderna, Carlo Rovelli explica a teoria geral da relatividade de Einstein, a mecânica quântica, os buracos negros, as partículas elementares, a gravidade e a complexa arquitetura do universo.

Confira o website especial do livro com as sete lições e vídeos exclusivos: http://www.setebreveslicoes.com.br/
Você também pode ler o primeiro capítulo em PDF aqui.
"Estas lições foram escritas para quem não conhece ou conhece pouco a ciência moderna. Juntas, elas compõem um rápido panorama de alguns dos aspectos mais relevantes e fascinantes da grande revolução que ocorreu na física do século XX, e sobretudo das questões e dos mistérios que essa revolução apontou. Porque a ciência nos mostra como compreender melhor o mundo, mas também nos indica a vastidão daquilo que ainda não sabemos." 
Read More

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Livro apresenta o lado bom da vida em uma história sobre deficiência física

Com uma narrativa encantadora, a publicitária Mirian Vidal estreia como autora com o livro, Quando o céu se apaga, publicado pela editora Pandorga. A obra traz uma história envolvente e emocionante, fazendo o leitor refletir o quanto a vida é bela, onde nada pode fazer com que percam a vontade de viver.

O enredo roda em torno de uma pequena menina que, logo cedo, precisa enfrentar sérios problemas, lidando com o corpo deformado e as atividades diárias cada vez mais ilimitadas. E ela observa a diferença, enquanto as amigas ganhavam formas de uma mulher e descobriam mudanças nos corpos, que tornavam-se cada dia mais atraentes.

Embora não pudesse recomeçar ou mudar o que estava acontecendo, a protagonista não acreditava e não entendia muito bem o porquê de tantos problemas estarem acontecendo com ela. Porém, apesar de tudo, a lição que mais aprendeu foi: por mais que você planeje sua vida, nem sempre ela segue o roteiro.

Em Quando o céu se apaga, o leitor se sente especial e passa a ter uma percepção de que cada pessoa carrega uma história, e cada história, uma lição. E o nome da personagem que narra toda a história? Ah... É apenas um nome, mas o mais importante é a trajetória e o efeito que ela tem sobre cada um.

 "Eu não entendo por que as pessoas perguntam primeiro qual é o seu nome. Deveríamos primeiro nos preocupar em conhecer a história. O nome é insignificante perto do que cada um carrega. O nome é um detalhe perto do que cada um tem que levar. O home é apenas um nome, há vários iguais, mas uma história, ah... Uma história é única. A sua história faz com que você seja especial, a nossa história nos torna importantes e exclusivos.”
Read More

quarta-feira, 15 de junho de 2016

The Kiss of Deception: Crônicas de Amor e Ódio

Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas – menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?

Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante – o lugar perfeito para recomeçar – ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor.


O romance de Mary E. Pearson evoca culturas do nosso mundo e as transpõe para a história de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio é capaz de mudar a nossa concepção entre o bem e o mal e nos fazer repensar todos os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância da autodescoberta, do amor, e como ele pode nos enganar. Às vezes, nossas mais belas lembranças são histórias distorcidas pelo tempo.

The Kiss of Deception foi escolhido pelo comitê da Young Adult Library Services Association (yalsa) como umas das melhores ficções ya de 2015 e escolhido uma das principais fantasias de 2014 pelos leitores no Goodreads. Esta viagem extraordinária, repleta de ação, romance e mistério cheg a ao Brasil em março de 2016 pela Darkside® Books para integrar a Coleção DarkLove. 

Read More

terça-feira, 14 de junho de 2016

Seria o amor o mais perigoso dos jogos?

Poderia uma princesa de Nova York se apaixonar pelo maior cafajeste de todos os tempos? Riscos no Amor é o livro que vai responder a essa pergunta. Escrito pela autora Josy L. Dias, o enredo baseia-se na alta sociedade nova-iorquina e em suas extravagâncias.

Na obra, a jovem arquiteta Elizabeth Ann Willams, uma mulher com fortes convicções sobre como se deve amar alguém, viaja à Cancún para o casamento da mãe com o famoso empreendedor irlandês Arthus Blinner III. Em meio às comemorações, ela conhece o filho mais novo do empresário, Brady Blinner.

Convicto mulherengo, Brady nunca teve sentimentos matrimoniais pelas mulheres. Isso até ele conhecer Elizabeth, que nega veemente a atração que sente por ele, intrigando e instigando o rapaz a querer conhecê-la ainda mais.
Meu corpo estava em chamas e, só de sonhar com ele, eu estava a ponto de romper com tudo o que eu acreditava, para ir atrás do lobo, não do príncipe. Ele me fazia perder o juízo do certo e errado. Eu não podia mais pensar em ficar perto dele. Que semana seria essa? Onde eu fui me meter?.”
Em meio a tantos riscos, Liza será capaz de se deixar envolver por um homem incerto? Ou deixará de viver um grande amor para proteger o coração, as morais e a honra? Com uma escrita rápida, o romance Riscos no Amor proporciona ao leitor um vislumbre da elite norte-americana, de intrigas internacionais e, acima de tudo, de uma paixão avassaladora.
Read More

Editora AVEC anuncia lançamentos nacionais de 2016

Além da invasão de quadrinhos europeus que a AVEC provocará nas livrarias e comic-shops, a editora publicará pelo menos dois álbuns totalmente produzidos no Brasil. O primeiro deles será Contos do Cão Negro (64 páginas), que reúne a série online do escritor Cesar Alcázar e do desenhista Fred Rubin, que narra as aventuras de um guerreiro na Irlanda do século XXII. (Eu já li esse, é maravilhoso e minha resenha está aqui).

É também Fred Rubin que ilustra o segundo álbum nacional, a aventura steampunk Le Chevalier e a besta de Notre Dame (48 páginas), que conta com roteiro de A.Z. Cordenonsi, autor do romance da mesma série, que foi publicado pela AVEC em 2015.

Paralelamente, continua a publicação em ebook de Alice in Badland, que se tornará uma graphic novel impressa depois que todos os capítulos forem publicados em formato digital. Os primeiros dois capítulos podem ser encontrados nna slojas Online com ao Amazon. A HQ tem roteiro de Alice Viana e Tamie Gadelha, que também cuida da arte.
Read More

Artista visual Verena Smit lança seu livro, "Eu você"

O começo. O fim. O recomeço.
Toda história de amor é um novo desafio. Com delicadeza e perspicácia, Verena Smit explora esse universo por meio de frases curtas, carregadas de significado.
Um presente ou recado. Destaque ou rasgue.
Leia e releia. Eu e você.

Verena Smit nasceu em São Paulo. É artista visual e fotógrafa, formada em cinema pela Faap e em fotografia pelo International Center of Photography, em Nova York. Teve seu trabalho descoberto por Alessandro Michele, estilista da Gucci, e já participou de exposições em Nova York, Lisboa e São Paulo. O lançamento é da Editora Paralela.

Read More

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Conheça a nova coleção Poesia de Bolso


Muitos leitores aficionados por Toda poesia do Paulo Leminski pediam versões mais enxutas do volume laranja para que pudessem andar com os versos do poeta curitibano por aí. Pensando neles, a Companhia das Letras bolou uma nova coleção, Poesia de Bolso, que estreia com três clássicos contemporâneos: Me segura qu’eu vou dar um troço de Waly Salomão, A teus pés de Ana Cristina Cesar e Caprichos & relaxos de Paulo Leminski. Conheça os livros: 

A Teus Pés, de Ana Cristina César

A teus pés é o primeiro e único livro de poemas que Ana Cristina Cesar lançou em vida por uma editora, em 1982. Além de material inédito, a obra reunia os três volumes que a autora havia publicado entre 1979 e 1980 em edições caseiras: Cenas de abril, Correspondência completa e Luvas de pelica. Desafiando o conceito de “literatura feminina” e dissolvendo as fronteiras entre prosa, poesia e ensaio, o eu-lírico e o eu-biográfico, Ana chamou a atenção de críticos como Heloisa Buarque de Hollanda e Silviano Santiago. Incluindo cronologia da autora, este clássico contemporâneo que integra Poética, a reunião de sua poesia completa, volta agora em forma avulsa às mãos do leitor. 

R$19,90 - 144 páginas - Disponível a partir de 25/05

Me segura qu’eu vou dar um troço, de Waly Salomão


Em 1970, Waly Salomão esteve preso no Carandiru por portar, nas palavras do próprio poeta, “uma bagana de fumo”, e ali começou a escrever seu primeiro livro, Me segura qu’eu vou dar um troço, que seria publicado em 1972. Entre a prosa, a poesia e o ensaio, esta obra visceral e revolucionária se tornaria determinante para o movimento de contracultura que floresceu no Brasil naquela década, tendo inspirado a apreciação crítica de leitores como Antonio Cândido, Heloísa Buarque de Hollanda e Antonio Cícero. Incluído em Poesia total, este clássico contemporâneo volta às livrarias em sua forma avulsa, capaz de nocautear o leitor por sua densidade e potência. O volume conta com cronologia inédita do autor.


R$19,90 - 128 páginas - Disponível a partir de 25/05

Caprichos & relaxos, de Paulo Leminski

Em 1983, Paulo Leminski lançava um livro que se tornaria um best-seller na época e um clássico para as futuras gerações: Caprichos & relaxos. Ali estavam os principais poemas que o curitibano tinha escrito até então, muitos inéditos e outros publicados em edições independentes ou na revista de arte e vanguarda Invenção, encabeçada pelos irmãos Augusto e Haroldo de Campos e por Décio Pignatari. Os pais da poesia concreta no Brasil haviam adotado aquele jovem poeta ilustrado, audacioso e contundente. “Evoé, Leminski!”, dizia Haroldo na contracapa original. “Uma maravilha”, louvava Caetano Veloso. Incluindo uma cronologia inédita, esta obra tão celebrada que integra Toda poesia volta agora em sua forma avulsa às mãos do leitor. 

R$19,90 - 168 páginas - Disponível a partir de 25/05
Read More

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena