sábado, 30 de abril de 2016

Release As improváveis aventuras de Mabel Jones


Livro: As improváveis aventuras de Mabel Jones
Autor: Will Mabbitt
Ilustrador: Ross Collins
Editora: Cia das Letrinhas

Sinopse: Sequestrada, Mabel Jones é forçada a servir a tripulação mais estranha já vista, a bordo do navio Verme Selvagem. Idryss Ebenezer Split é um lobo odioso e capitão do navio, e não vai deixá-la em paz até que ela ajude os piratas na busca por um tesouro. Em sua viagem, Mabel passa pelo Pau de Sebo da Morte Certeira, pela barriga de uma baleia e por uma cripta subterrânea caindo aos pedaços. E ela faz tudo isso… de pijama! 
As aventuras de Mabel Jones é o primeiro livro de uma série escrita por Will Mabbit e com ilustrações de Ross Collins e é indicado para crianças de 9 a 13 anos!
Read More

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Música de Sexta - Aurora

Música de Sexta é uma sessão semanal para mostrar algumas dicas musicais. A dica de hoje é essa cantora norueguesa chamada Aurora Aksnes. Com apenas 19 anos ela já tem um som bem maduro, e compõe suas próprias canções, que por sinal, tem letras lindíssimas. Escolhi para vocês ouvires Runaway que é uma minhas favoritas dela, ao lado de Running With The Wolves, Murder Song e Conqueror. Ouça:

Read More

Vozes de Tchernóbil: um monumento ao sofrimento e à coragem do nosso tempo

Em 26 de abril de 1986, uma explosão seguida de incêndio na usina nuclear de Tchernóbil, na Ucrânia, provocou uma catástrofe sem precedentes em toda a era nuclear: uma quantidade imensa de partículas radioativas foi lançada na atmosfera da URSS e em boa parte da Europa. Em poucos dias, a cidade de Prípiat, fundada em 1970, teve que ser evacuada. Pessoas, animais e plantas, expostos à radiação liberada pelo vazamento da usina, padeceram imediatamente ou nas semanas seguintes. 
A morte chegava em poucos dias. É por meio das múltiplas vozes - de viúvas, trabalhadores afetados, cientistas ainda debilitados pela experiência, soldados, gente do povo - que Svetlana Aleksiévitch constrói esse livro arrebatador, a um só tempo, relato e testemunho de uma tragédia quase indizível. Cenas terríveis, acontecimentos dramáticos, episódios patéticos, tudo na história de Tchernóbil aparece com a força das melhores reportagens jornalísticas e a potência dos maiores romances literários. Eis uma obra-prima do nosso tempo.
“Eu já não tenho medo da morte... Da minha própria morte... Mas não está claro como vou morrer... Um amigo morreu... Ficou grande, inchou... Como um tonel... E um vizinho... Também esteve lá, como operador de guindaste. Ficou negro como carvão, e secou até o tamanho de uma criança. Não está claro como vou morrer... Se eu pudesse escolher a minha morte, seria uma morte comum. Não como as de Tchernóbil. A única coisa que sei é que com o meu diagnóstico não se dura muito. Se sentir que chega o momento, meto uma bala na cabeça. Estive no Afeganistão... Ali a coisa era mais fácil... Com uma bala...”
Read More

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Literatura denuncia agressão à mulher

Com clima de suspense, o livro O Gosto do Sangue, do autor paulista Anselmo Duarte, é uma obra que aborda os temas violência à mulher, uso de drogas, desvio de personalidade, corrupção, atuação da polícia. Tudo com uma pitada de ocultismo, indicando que existe o carma e que se deve pagar o preço do mal feito em vidas passadas.

O enredo gira em torno de Rosana, uma jovem recém graduada em arquitetura e que acaba de ser contratada pela Rossi, uma empreiteira que é comandada por um primo distante, Leandro. É através dele que ela conhece o Humberto. Este por sua vez apaixona-se perdidamente por ela, e os dois engatam em um romance aparentemente normal.

“Ela começa a caminhar e seus pensamentos fluem em sua mente em forma de questões sem respostas. “O que tá havendo? Será que tá apaixonado? Será que estou apaixonada? É muito cedo? Mas que beijo foi aquele? E que pegada? Por que eu gemi?” Ela sorriu em meio aos pensamentos e seguiu rumo ao seu apartamento com cara de feliz, espantada, curiosa, envergonhada... Na verdade, nem ela sabia.”

Entretanto, pouco sabia Rosana que Humberto era usuário de cocaína e apresentava alterações de humor quando utilizava a droga, tornando-se muito violento e inconsistente. Com o passar do tempo, a arquiteta percebeu que havia se envolvido com um demônio e procurou a ajuda da polícia.

Em uma narrativa cheia de ação, o leitor acompanha a luta de Rosana contra o obsessivo Humberto, que possui uma mentalidade machista e perturbada pela droga.
Read More

O Oceano no Fim do Caminho

de Neil Gaiman (Editora Intrínseca)

Um homem de meia idade volta para casa para um funeral. E após muitos anos ele se recorda de fatos sobrenaturais que vivenciou na infância e estranhamente esqueceu. Este é o início de O Oceano no Fim do Caminho, de Neil Gaiman (Editora Intrínseca, 208 páginas). No livro, em flashback, ficamos sabendo a história deste menino, cujo nome não é dito, de apenas sete anos de idade. 

Tudo começou quando seus pais o mudaram de seu quarto para alugar o cômodo para um minerador de opala. O homem estranho atropelou seu gato. Alguns dias depois roubou o carro da família e cometeu suicídio na estrada que dava na casa das Hempstock, trio de mulheres que vivia na antiga residência. 


Deste evento, o menino de Sussex que era como qualquer criança e reclamava de coisas normais do cotidiano, da comida, das brigas com sua irmã, é exposto a um tipo de mundo que não conhecia. Um mundo sombrio e violento, com seres ancestrais obscuros e perigosos. Um deles, sob a forma de uma bela mulher se candidata para ser sua babá. Angela Monkton é uma destas criaturas vis, e fará de tudo para destruir o complicado balanço familiar da casa.  

Como na maioria das histórias de Gaiman, o mal se apresenta de muitas formas. É o medo absurdo que sentimos do desconhecido, dos cantos escuros, de tudo que não conhecemos. Assim como o medo das pessoas, das possibilidades a que cada um está sujeito. Também tem a presença do maligno, uma maldade tão grande que chega quase a ser incompreensível. E lidando com todas estas ameaças que o menino precisa triunfar. 


Assim como em Coraline, Gaiman consegue mostrar uma criança inocente vivendo momentos de terror, e lidando com essas ameaças da melhor forma que consegue. Na narrativa, o menino é o único de casa que sabe que sua família está em perigo, e fará o que puder para salvá-los. Ele contará com a ajuda das três mulheres estranhas que moram no fim de sua rua, onde ele viu seu primeiro oceano. Não é fácil contar o que acontece, é preciso ler para compreender. 

Sua melhor companhia é de Lettie, uma menina que aparenta ser apenas alguns anos mais velha que ele, mas que tem uma sabedoria de pessoa idosa. Ela, como sua mãe e sua avó são as únicas moradores da casa no fim da rua. Os homens de sua família partiram há muitos e muitos anos para nunca mais voltar. Muitos mistérios envolvem a existência delas, e as três são uma das melhores partes do livro.


Não nego que sou fã do trabalho do autor, e mais uma vez ele consegue surpreender. O Oceano no Fim do Caminho é um livro que não entrega todas as suas verdades, dá espaço ao leitor para interpretar, e isso te ficar pensando na história mesmo depois que o livro já acabou. 

É impossível não pensar nas implicações de um trauma desta magnitude,  ou refletir sobre as experiências que vivenciamos quando somos pequenos e que ficam borradas na memória com o passar dos anos, não permitindo que a gente saiba com certeza o que aconteceu.

De novo, Neil Gaiman traz elementos tão primoridiais aos seres humanos, misturados com elementos fantásticos e cria um livro impossível de largar. Leitores de qualquer idade vão gostar desta narrativa, e para quem já é fã do autor, é uma leitura obrigatória.  
Read More

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Quiz mostra ‘quem é você’ em Capitão América - Guerra Civil

 
Homem de Ferro, Homem Aranha, Viúva Negra, Soldado Invernal e Homem-Formiga são alguns dos personagens de Capitão América: Guerra Civil, que estreia em circuito nacional em 28 de abril. Para comemorar – e segurar a ansiedade dos fãs com o lançamento –, o Portal Omelete apresenta uma página especial com um quiz para o público descobrir com qual dos heróis ele mais se parece.

A brincadeira tem nove perguntas sobre preferências em diversas áreas, como literatura, cinema, TV, música, entre outras. Ao final, o participante descobre quem “ele é” na história. Para isso, basta acessar o link https://omelete.uol.com.br/especiais/capitao-america-guerra-civil/ e responder às questões.

“Capitão América: Guerra Civil é um dos filmes mais aguardados do ano e precisávamos criar algo diferenciado para os fãs da Marvel. Em vez de simplesmente criar um questionário e mostrar o resultado, fizemos isso do jeito Omelete, explicando os motivos que levaram à escolha do personagem, com textos e ilustrações criadas para especialmente para esta ação”, comenta o diretor de Marketing Marcelo Forlani.

Essa é a terceira vez que o portal Omelete investe em um especial nestes moldes. O primeiro – focado na linha do tempo da saga Star Wars – foi um sucesso e serviu como termômetro para os demais. No início de abril, o portal criou uma página com curiosidades sobre Batman Vs. Superman e teve 220 mil interações.
Muito feliz de ser meu personagem favorito! hahaha

Read More

terça-feira, 26 de abril de 2016

Release Eu Sou o Peregrino

Livro: Eu Sou o Peregrino
Autor: Terry Hayes
Editora: Intrínseca

Uma mulher é brutalmente assassinada em um hotel decadente de Manhattan, seus traços dissolvidos em ácido. Um pai é decapitado em praça pública sob o sol escaldante da Arábia Saudita. Na Síria, um especialista em biotecnologia tem os olhos arrancados ainda vivo. Restos humanos ardem em brasas na cordilheira Hindu Kush, no Afeganistão. Uma conspiração perfeita, arquitetada para cometer um crime terrível contra a humanidade, e apenas uma pessoa é capaz de descobrir o ponto exato em que todas essas histórias se cruzam.

Peregrino é o codinome de um homem que não existe. Alguém com tantas identidades que mal consegue lembrar seu verdadeiro nome. Adotado ainda jovem por uma família rica, ele se tornou um importante profissional da espionagem. Em uma perseguição cinematográfica, Peregrino cruza o mundo, da Arábia Saudita às ruínas da Turquia; do Afeganistão ao Salão Oval da Casa Branca. Um caminho doloroso e repleto de ameaças inesperadas, na busca por um homem desconhecido cujo plano é desencadear uma destruição em massa sem precedentes.
Read More

Spotlight: o livro que deu origem ao filme



Livro: Spotlight - Segredos Revelados - A Crise Que Abalou A Igreja Católica
Autores: Equipe de jornalistas do The Boston Globe
Editora: Vestígio

Ganhador do Prêmio Pulitzer, este livro conta a história real de um grupo de corajosos jornalistas que denunciaram uma sucessão de abusos de crianças, obrigando a Igreja Católica a prestar contas. Em janeiro de 2002, o jornal The Boston Globe publicou uma série de reportagens que chocou o mundo. Centenas de crianças em Boston sofreram abuso sexual por parte de padres – certos de sua impunidade, eles agiam com o aval das autoridades religiosas, que acobertaram seus crimes por décadas.




As reportagens revelaram a obscena quantia gasta pela Igreja Católica com subornos para comprar o silêncio das vítimas cujas vidas foram devastadas por pedófilos que, vestidos com o hábito, tinham o Pai Nosso na ponta da língua. A denúncia abalou as estruturas da Igreja Católica e deixou milhões de fiéis no mundo inteiro estarrecidos, furiosos e indignados: a instituição, em vez de servir e proteger a comunidade, usou sua poderosa influência para se resguardar do escândalo. Este relato, que inspirou o filme Spotlight, indicado ao Oscar em 6 categorias, é uma exposição violenta e importante do abuso de poder por uma das mais altas esferas da sociedade.

Confira o trailer legendado:
Read More

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Social Comics transforma histórias de amor em quadrinhos


Para celebrar o Dia dos Namorados, comemorado no Brasil em 12 de junho, o Social Comics, maior site de streaming de HQs da América Latina, lança em parceria com o Dínamo Estúdio a campanha “Sua História de Amor em Quadrinhos”. A ação, que transformará relatos reais de casais apaixonados em uma HQ exclusiva da plataforma, foi desenvolvida pela agência de marketing e entretenimento Woon, com o objetivo de engajar o público do aplicativo de forma ativa. 

Para participar, o casal deve enviar uma foto e contar sua história pelo link https://goo.gl/EAfxjT. As quatro mais criativas serão transformadas artisticamente pela Dínamo Estúdio em um quadrinho cheio de amor com 16 páginas (quatro para cada casal). A seleção das melhores será feita por uma curadoria de profissionais, formada por Marcelo Bouhid, CMO do Social Comics, os jornalistas Samir Naliato, Cassiano Pinheiro e Isabelle Félix, os roteiristas Charlles Lucena, Ana Recalde e Felipe Cagno e os quadrinistas Eric Peleias e Daniel HDR. 

“Queremos aproximar leitores e quadrinhos de uma forma pouco usual, com relatos reais que traduzem o sentimento de quem é apaixonado pela nona arte. Ver sua própria história publicada em HQ é uma chance única de eternizar o amor entre duas pessoas”, ressalta Marcelo Bouhid, Diretor de Marketing do Social Comics. 

O prazo para participar é até 28 de abril, e os vencedores, juntamente com os quadrinhos, serão revelados em 12 de junho, no Dia dos Namorados. “Queremos mostrar como as histórias mais simples podem virar HQs cheias de poder, mesmo sem raios, trovões, capas e máscaras, simplesmente por conter amor”, completa Daniel HDR, diretor do Dínamo Estúdio.
Read More

domingo, 24 de abril de 2016

Release Felizmente, o Leite


Livro: Felizmente, O Leite
Autor: Neil Gaiman
Ilustração: Skottie Young
Editora: Rocco Jovens Leitores

Uma prosaica ida até o mercado se transforma numa incrível aventura no mais recente livro infantil do celebrado escritor britânico Neil Gaiman, que coloca um estranho objeto prateado no caminho de um pai que só queria comprar um pouco de leite para o café da manhã. Aliás, aquele disco prateado gigantesco estacionado em plena rua Marshall, com seres verdes um tanto gosmentos e bastante ranzinzas querendo reformar o (nosso) mundo, é só a primeira de muitas surpresas que esperam pelo zeloso pai de família na história, que inclui ainda viagens no tempo e no espaço num balão, um dinossauro inventor, navios piratas, vulcões e outras maluquices. Será que o café da manhã das crianças está a salvo?
Read More

sábado, 23 de abril de 2016

O Caçador de Histórias será lançado em 25 de Maio


Livro: O Caçador de Histórias
Autor: Eduardo Galeano
Editora: L&PM

A L&PM Editores já definiu a data de lançamento de O caçador de histórias.

O livro póstumo de Eduardo Galeano será lançado oficialmente no Brasil em 25 de maio. A obra traz reflexões sobre a literatura, política e memória da América Latina. Na Argentina, onde já foi lançado, a primeira edição esgotou-se em apenas uma semana.

O caçador de histórias condensa cerca de 240 textos, entre poemas, microrrelatos e histórias pessoais, divididos em quatro partes: Moinhos do tempo, Os contos contam, Prontuário e Quis, quero, quisera.
Read More

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Conheça a investigação de Jon Krakauer sobre a violência sexual nas universidades americanas

Missoula, em Montana, é uma típica cidade universitária americana, com uma conceituada faculdade, paisagens bucólicas e vida noturna agitada. No entanto, entre 2008 e 2012, o departamento de justiça americano investigou 350 acusações de agressão sexual na cidade. Poucos desses casos, porém, foram tratados com atenção pelas autoridades locais. 

A faculdade, por sua vez, é sede de um importante time de futebol americano do circuito universitário, os Grizzlies, cujos jogadores são idolatrados pela população. Não por acaso, grande parte dos acusados de violência sexual pertencem a esse time. E, não por acaso, os jogadores contam com uma vasta rede de proteção, que vai desde a polícia até os políticos, dos torcedores à imprensa e aos próprios amigos das vítimas, que não raro se voltam contra elas. Ao contrário de crimes como roubo e fraude, em casos de estupro por pessoas de um mesmo círculo social as suspeitas e a culpa costumam recair sobre a vítima, trazendo consequências como isolamento, difamação e ódio.

Neste livro assombroso, Jon Krakauer rompe o silêncio e

traz a público todo o drama que vivem as mulheres abusadas, em dezenas de entrevistas não só com as vítimas, mas também com os acusados, os investigadores e membros do sistema penal. Num trabalho de coragem, o autor questiona o sistema educacional e os caminhos legais que permitem essa verdadeira epidemia de violência sexual. Jon Krakauer nasceu em 1954, em Brookline, Massachusetts. Vencedor do prêmio do Clube Alpino Americano sobre montanhismo, escreve para diversas revistas e jornais de circulação nacional nos Estados Unidos.
Read More

quarta-feira, 20 de abril de 2016

5 documentários que você precisa assistir

Oi gente, tudo bem? Junto com todas as dicas literárias vocês sabem que adoro dar pitacos sobre cinema também, e um dos gêneros que adoro e nunca comento aqui no blog são os documentários. Antigamente a única maneira de ver um bom doc era assistir canais à cabo ou educativos, mas hoje com o Youtube e o Netflix à disposição tem muita coisa boa que a gente pode conhecer. Selecionei alguns dos melhores documentários que vi nos últimos meses para recomendar que você assista, se se interessar pelas assuntos! Olha só:

1- O Sal da Terra, de Win Wenders e Juliano Ribeiro Salgado (110 minutos, 2014)
Nos últimos 40 anos, o fotógrafo Sebastião Salgado tem viajado através dos continentes, aos passos de uma humanidade sempre em mutação. Ele testemunhou alguns dos principais eventos da nossa história recente; conflitos internacionais, a fome e o êxodo. Ele agora embarca na descoberta de territórios imaculados, da flora e da fauna selvagem e de paisagens grandiosas como parte de um enorme projeto fotográfico. Uma homenagem à beleza do planeta. Onde ver: lançou em DVD.


2- Virunga, de Orlando von Einsiedel (100 minutos, 2014)

As florestas do Parque Nacional do Virunga guardam uma enorme biodiversidade, grandes jazidas minerais e os últimos gorilas de montanha do mundo. Paramilitares, caçadores e mineradoras rondam o entorno do parque, que conta somente com um pequeno grupo de guardas florestais para protegê-lo. Dispostos a sacrificar a vida pelo Virunga, os guardas enfrentam as constantes investidas que ameaçam o parque. Onde ver: Netflix.


3- Wartorn - Traumas de Guerra: 1861-2010, de Ellen Goosenberg Kent, Jon Alpert e Matthew O'Neill (110 minutos, 2010)
Com as taxas de suicídio entre militares ativos militares e veteranos atualmente em ascensão, a HBO traz um especial para mostrar as feridas invisíveis da guerra. Baseando-se em histórias pessoais de Soldados norte-americanos cujas vidas e psicológico dilacerado pelos horrores da guerra, o documentário narra o persistente efeito do estresse de combate e estresse pós-traumático em militares e seus famílias ao longo da história americana, desde a Guerra Civil através de conflitos atuais no Iraque e no Afeganistão. Onde ver: Está disponível no Youtube.



4 - O Lado Negro do Chocolate, de U. Roberto Romano (46 minutos, 2010)
O chocolate que consumimos é produzido com o uso de trabalho infantil e tráfico de crianças? O premiado jornalista dinamarquês, Miki Mistrati, decide investigar os boatos. Sua busca atrás de respostas o leva até Mali, na África Ocidental, onde câmeras ocultas revelam o tráfico de crianças para as plantações de cacau da vizinha Costa do Marfim. A Costa do Marfim é o maior produtor mundial de cacau, respondendo por cerca de 42 por cento da produção. Empresas como a Nestlé, Barry Callebaut e Mars assinaram em 2001 o Protocolo do Cacau, comprometendo-se a erradicar totalmente o trabalho infantil no setor até 2008. Será que o seu chocolate tem um gosto amargo? Acompanhe Miki até a África para expor "O Lado Negro do Chocolate". Onde ver: está disponível no Youtube.


5 - Blackfish- Fúria Animal, de Gabriela Cowperthaite (83 minutos, 2013)
O longa conta a história de Tilikum, a principal baleia orca do parque temático SeaWorld, em Orlando, Estados Unidos, responsável pela morte de três pessoas. Imagens fortes e entrevistas emocionantes compõem o painel e ajudam a entender o comportamento da espécie, o tratamento cruel no cativeiro, além de recuperar as trajetórias e mortes dos treinadores, pilares de uma indústria multibilionária. O filme convida o espectador a repensar nossa relação com a natureza e explicita o quão pouco os humanos estão dispostos a aprender com esses mamíferos. Onde ver: está na Netflix.
Read More

terça-feira, 19 de abril de 2016

Release No Seu Olhar

Livro: No Seu Olhar
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro

Filha de imigrantes mexicanos, Maria Sanchez é uma advogada inteligente, bonita e bem-sucedida que aprendeu cedo o valor do trabalho duro e de uma rotina regrada. Porém um trauma a faz questionar tudo em que acreditava e voltar para sua cidade natal, a pequena Wilmington.

A cidade também é o lugar que Colin Hancock escolheu para se dar uma segunda chance. Apesar de jovem, ele sofreu mais violência e abandono do que a maioria das pessoas. Agora está determinado a mudar de vida, tornar-se professor e dar às crianças o carinho e a atenção que ele próprio não teve.

Colin e Maria não foram feitos um para o outro, mas um encontro casual durante uma tempestade mudará o rumo de suas histórias. Ao confrontar as diferenças entre os dois, eles questionarão as próprias convicções. E ao enxergar além das aparências, redescobrirão a capacidade de amar.
Read More

Guerra Civil


de Stuart Moore (Editora Novo Século)

A Editora Novo Século lançou no final do ano passado a versão em livro da história que causou a maior ruptura do Universo Marvel. Os quadrinhos deram origem ao romance Guerra Civil, escrito por Stuart Moore e adaptado dos quadrinhos de Mark Millar e Steve McNiven. Na história, um incidente da cidade de Stamford deixa um grande número de mortos, efeito colateral da ação dos super-heróis.



O fato volta a opinião pública contra as pessoas com poderes, o que leva o governo a exigir um registro dos humanos aprimorados. Nesta história o Homem de Ferro, Tony Stark, fica do lado da lei acreditando que a medida é um mal necessário, e o patriota Steve Rogers, o Capitão América, se torna um exilado, por ver o registro como uma agressão à liberdade. Os dois e os heróis que os apoiam entram inevitavelmente em conflito. 

Fazem parte desta história inúmeros personagens icônicos da história dos quadrinhos e da Marvel. O Quarteto Fantástico, um grande número de X-Men, os Vingadores, além de personagens solitários como Demolidor, Justiceiro e Homem Aranha entram na farra.

A hostilidade histórica das HQs foi novelizada de forma simplificada, levando ao leitor tudo de mais importante que ocorre na história. Um fã de quadrinhos vai sentir falta dos complementos visuais que acompanham as histórias de heróis, mas dá pra ter uma boa ideia do que está acontecendo. Os capítulos curtos tornam a leitura dinâmica, avançando na história rapidamente. 


Acho que a narrativa ficou bem simples e fácil de acompanhar, foi fácil passar pelos capítulos curtinhos enquanto a leitura se desenrolava. A única crítica que faço à adaptação é que a narrativa ficou meio despersonalizada, acho que em alguns momentos faltou um pouco mais de descrição dos ambientes, e um aprofundamento emocional dos personagens. O estilo pessoal do autor é quase inexistente (se é que isso é possível), mas eu acredito que tenha sido o objetivo ao transpor a narrativa dos quadrinhos para o texto corrido do livro, sem perder a essência.


Comprei a minha edição no stand da Editora Novo Século na Comic Con Experience (CCXP), e por sorte no dia o ilustrador da capa, Will Conrad, estava por lá autografando. Aproveitei e pedi para ele fazer um sketch do escuro do Capitão América no meu livro, e só digo isso: ficou MARAVILHOSO.


A história em si é muito interessante, e vale a leitura só pela importância dentro do Universo da Marvel, para quem acompanha os filmes e quadrinhos. É um livro que complementa a HQ, mas também consegue se sustentar sozinho. E mesmo sendo muito diferente, já prepara o espectador para o filme que vem por aí.

Para os fãs da Marvel nos cinemas, que aguardam o
esperado filme dos irmãos Russo, Capitão América: Guerra Civil, que estreia em 28 de abril é um agradável complemento. Já sabemos que a narrativa do filme vai divergir do cânone dos quadrinhos, mas a trama principal da guerra está ali, dá pra entender melhor o universo destes heróis. 

Como uma boa viciada no MCU, mal posso esperar para assistir este filme, e cada spot e imagem divulgada me deixa mais e mais ansiosa. Uma das coisas que mais gostei sobre este filme é o foco no Bucky, o Soldado Invernal. Ele que foi o melhor amigo do Capitão América e depois foi usado como assassino pela Hidra é um dos pontos de convergência desta história, e um dos personagens mais interessantes no Universo Cinematográfico, na minha opinião. 

Confira o trailer do filme:
Read More

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Sparhawk continua sua aventura no reino de Eosia

O inédito segundo volume da trilogia Ellenium, O cavaleiro de rubi, chega ao Brasil pela editora Aleph. Escrito por David Eddings, um dos mais bem-sucedidos escritores de fantasia do século XX, o livro traz de volta o mal-humorado e controverso Sparhawk, campeão da rainha Ehlana, em sua aventura para salvar o fantástico reino de Eosia.

Fonte inspiradora de diversos autores contemporâneos, como Stephen Hunt (série Jackelian) e Anne McCaffrey (vencedora dos prêmios Hugo e Nebula), David Eddings mais uma vez leva ao leitor uma combinação de heroísmo, bom humor, ritmo e leveza. O autor é capaz de narrar com maestria as viagens do paladino e seus companheiros pelos reinos de Eosia e construir um mundo que é imaginário, mas perfeitamente crível em seus conflitos, instituições sociais e códigos morais.

Na obra, sequência do livro O Trono de Diamante, os cavaleiros correm contra o tempo para salvar e curar a rainha Ehlana, ainda presa em seu trono, que ao mesmo tempo, a aprisiona e protege. A busca pela solução do mal que aflige a monarca começa a render frutos quando o grupo descobre o artefato mágico que pode salvá-la. Porém, forças ancestrais, desse e de outro mundo, seguem tramando contra o campeão da rainha e seus aliados e fecham o cerco em torno dos heróis, que não serão capazes de resolver tudo sozinhos.

Com um estilo único, personagens complexos e muita aventura, O cavaleiro de rubi mantém a saga Ellenium entre os maiores ícones do estilo “magia e espada” e encanta o leitor com a descrição do belo reino de Eosia.
Read More

domingo, 17 de abril de 2016

Booktrailer de Domingo #51

O booktrailer de domingo é um espaço para mostrar o que as editoras estão produzindo de legal em material audiovisual para divulgar os seus lançamentos. O vídeo de hoje é da Editora Valentina para divulgar o livro Infinita, da Jodi Meadows. O lançamento é o terceiro volume da trilogia Incarnate, depois de Almanova e Almanegra. Confira:

Read More

sábado, 16 de abril de 2016

Cavaleiro das Trevas III: 5 curiosidades reveladas por Frank Miller na CCXP

Em painel exclusivo da DC Comics, Frank Miller levou os fãs à loucura durante a segunda edição da CCXP - Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), em dezembro do ano passado. Na ocasião, o artista revelou curiosidades e novidades da terceira parte da série O Cavaleiro das Trevas (TDK III – The Master Race), que tem lançamento previsto para o final deste mês pela Editora Panini. Saiba quais as 5 maiores novidades e curiosidades do clássico reveladas pelo autor:

1 – Momento certo

Miller revelou aos mais de 3 mil fãs presentes no painel que esperou o momento ideal para escrever a continuação da série. Segundo ele, o público e o personagem precisavam amadurecer, e quando a hora chegou, a obra saiu.

2 – Realização de um sonho

Brincando com público, Frank Miller afirmou que TDK III o fez realizar um grande sonho de infância: fazer o Batman bater no Superman. Disse ainda que não consegue pensar em uma história em que eles não estejam “um na garganta do outro”.

3 – Mulheres: a nova cara da esperança da humanidade

Embora a série traga um novo combate entre Superman e Batman, o foco está na nova geração, representada pela Robin que ele criou na série original, Carrie Kelly, e em Lara, filha do Homem de Aço com a Mulher-Maravilha. Miller revelou que adora o fato de que a nova cara da esperança da humanidade sejam as mulheres.

4 – Mundo atual
Assim como as histórias anteriores, a terceira parte reflete o mundo de hoje. Miller disse que nunca pensou em escrever sobre passado ou futuro quando fez o Batman. "É uma alegoria, uma versão exagerada de coisas que eu vivencio”, continuou.

5 – Cavaleiro das Trevas IV?
Frank Miller confessou ao público que queria ‘matar’ Batman no primeiro Cavaleiro das Trevas, em 1986, mas foi convencido por um editor da DC Comics a mudar de ideia e depois concordou que essa foi a melhor decisão, porque abriu possibilidades que continua explorando, como um quarto 'Dark Knight', e também uma história com o Superman. "Quero voltar à sua raiz, quando Jerry Siegel e Joe Shuster o criaram. Eram dois adolescentes, judeus, em uma época de antissemitismo agudo. O Superman foi uma resposta a isso, quero ambientar minha história nessa época”, finalizou.
Read More

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Música de Sexta - Aquilo

Música de Sexta é uma sessão semanal para mostrar algumas dicas musicais. Essa banda eu descobri no começo do ano e acho as músicas lindíssimas. Como elas são bem calmas gosto de ouvir para trabalhar, para me concentrar. Essa daqui de baixo talvez você reconheça de uma propaganda da Unilever (hahahaha), que é You There, maravilhosa. Olha só:

Read More

Release Baía da Esperança


Livro: Baía da Esperança
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca

Seis anos depois de ter saído da Inglaterra, a melancólica e reservada Liza McCullen é a responsável por um barco de observação de baleias e golfinhos em Silver Bay, na Austrália, onde também administra com a tia, Kathleen, o Hotel Baía da Esperança, que já viu dias melhores.

Hospedado no hotel de Liza, Mike Dormer está lá a negócios: depende dele o pontapé inicial do projeto de um resort de luxo. Enquanto sua noiva, em Londres, finaliza os planos do casamento, Mike tem de conseguir a licença para a construção do empreendimento, algo que terá profundo impacto na fauna de Silver Bay e consequências drásticas para a vida dos moradores, inclusive a de Liza, que guarda um grande segredo e correrá perigo caso precise se mudar dali.

Quando o mundo de Mike e Liza colidem de forma irremediável, eles precisam encarar os próprios medos para salvar o que amam. Com personagens cativantes em um cenário encantador, Baía da Esperança é um romance comovente e irresistível, repleto do humor e da generosidade que marcam as obras de Jojo Moyes.
Read More

quinta-feira, 14 de abril de 2016

O Manual da Garota Geek

de Sam Maggs (Editora Gente)

O livro que foi escrito por uma verdadeira geek, aborda de maneira geral todos os aspectos da vida de uma menina que gosta de nerdices (como eu mesma). Ela explica as definições mais básicas do universo nerd, essas gírias que a gente usa na internet, que vemos no Tumblr e não sabemos o que quer dizer, todas elas, bem explicadinhas. 

O começo do livro já mostra o tom de aceitação, tolerância e respeito de todas as páginas:
“Atenção, humanos! Embora este livro se chame O manual da garota geek você não precisa ser alguém que se identifica com o gênero feminino para apreciá-lo! Se você se considera um [garoto] geek, então este livro também é para você. (E, se ainda não se considera, dê uma folheada nele mesmo assim… Você pode acabar se convertendo.) Uma de nós! Uma de nós!”

Não é maravilhoso? Enfim, a partir daí a autora mostra um pouco de cada fandom (e o livro ficou bem completo neste sentido), explicando qual é o fandom, o que o pessoal que está nele curte, etc. É bem interessante para conhecer novas paixões, sejam elas filmes, séries ou livros. Eu, por exemplo, fiquei com muita vontade de assistir a série Firefly depois de ler o livro.

A autora complementa com o depoimento de outras garotas nerds, escritoras, quadrinistas e empreendedoras, que fizeram das coisas geeks a sua vida e seu ganha-pão e foram bem-sucedidas. Também tem um capítulo valiosíssimo sobre o feminismo das garotas geeks. Queria eu ter tido acesso a este livro quando tinha 16 anos e sofria muito por gostar de coisas "de menino". 


Outro dos capítulos muito interessante é o que fala de convenções e de como se preparar para elas. Felizmente este segmento só cresce no Brasil e nós também podemos agora ir em eventos como a Comic Con Experience (CCXP) e outros eventos de quadrinhos, animes e as Bienais do Livro. Para quem nunca foi em um destes, e até para quem já foi, tem muitas dicas legais para aproveitar o melhor destes eventos nerds.

A autora é muito divertida, e claro, muito nerd. Não pude não me identificar com ela e com a leitura, a cada página me encontrando nas páginas, em cada fandom de que faço parte. <3 


Pra falar a verdade, ler este livro foi lindo. A capa e lindíssima, e a  as páginas internas são um amor. Além de várias ilustrações bonitinhas, e páginas decoradas, a impressão foi feita em azul. No começo achei que não ia gostar para ler, mas não atrapalhou em nada, ficou bem tranquilo.

Acho que é um livro bem válido para quem gosta de nerdices em geral, quer conhecer mais delas, e talvez se reconhecer um pouquinho em um livro de outra pessoa. Por que talvez desta maneira você não se sinta tão sozinho, e tão estranho com todas as suas paixões malucas pela Marvel e por O Senhor dos Anéis. (como é o meu caso). :)
Read More

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Livro infantil discute os conceitos de verdade e mentira dos homens

Inaugurando a coleção Contos de Moçambique, o livro O Rei Mocho, reconta uma tradicional fábula moçambicana originária dos sena – uma etnia do centro do país. Escrito pelo premiado autor Ungulani Ba Ka Khosa  e publicado pela editora Kapulana, o título é totalmente ilustrado por Americo Amos Mavale com a técnica do batique.

Ungulani representa, na obra, como a mentira e a desordem surgiram no mundo através de um diálogo entre pai e filho. Inserindo palavras da língua local de Moçambique, o autor transcreve a lenda de como o mocho se tornou rei, e acabou sendo exilado pelos outros pássaros quando o homem contou a verdade sobre seus “chifres”.
“– [...] A realidade e a imaginação cruzavam-se, casando e descasando-se. A fronteira entre a imaginação e a realidade era tão frágil, que poucos conheciam a margem que as separava. E isto por que a mentira não havia ainda sido inventada.
– E como apareceu, pai?
– Na confusão que o homem criou entre o mocho e outros pássaros.”

Dentro de O Rei Mocho o leitor também encontrará uma consideração do autor quando ouviu o conto pela primeira vez, um breve glossário da língua de Moçambique e o conto original, que a etnia sena transmite oralmente entre seus entes.
Para saber mais sobre o título e ler alguns trechos, acesse: http://www.kapulana.com.br.
Read More

terça-feira, 12 de abril de 2016

Watchmen

de Alan Moore e Dave Gibbons (Editora Panini e DC Comics)

Tive a oportunidade de reler Watchmen, de Alan Moore e Dave Gibbons, e além da qualidade superior da edição definitiva da DC Comics publicada no Brasil pela Editora Panini, com capa dura e muito material extra nas 460 páginas, voltei a ser surpreendida pela atemporalidade desta obra. A primeira vez que li Watchmen foi em formato pdf no computador, e mesmo assim foi uma experiência única. No entanto, ver a versão impressa foi muito superior. Comprei a minha quando estive em São Paulo na Comic Con Experience, e como contei na Caixa de Correio de Quadrinhos foi bem difícil por duas razões: a primeira foi o preço, mais de 100 reais que chorei um pouquinho por dentro pra pagar; a outra foi o peso, porque trouxe esse tijolão na mochila dentro do avião e do ônibus. Aliás tenho quase certeza de que este foi o maior preço que já paguei na vida por um livro, então vocês levem em consideração o meu amor pela obra, mão de vaca como sou, para pagar tudo isso. 


Nos Estados Unidos de 1985 um grupo de super-heróis aposentados é alvo de uma conspiração de assassinato. Mas o problemático Rorschach é o único que percebe e ninguém está disposto a levar um sociopata paranoico a sério. No entanto a ameaça não é apenas para os Watchmen, e sim para toda a raça humana.


No auge da Guerra Fria, o país vive um totalitarismo opressor e ainda sofre com os efeitos da Segunda Guerra Mundial e da Guerra do Vietnã, nas quais os heróis tiveram extensa participação, antes de lidar com a proibição das máscaras através da reclusão. Na história conhecemos a história do primeiro grupo de super-heróis, os Minutemen. Segundo a explicação da história, tudo começou com os bandidos que se fantasiavam e saíam para cometer crimes, protegendo assim a sua identidade. Em seguida os policiais e vigilantes passaram a usar fantasias também.


O clima de guerra nuclear e a força inigualável de seus personagens icônicos faz de Watchmen uma das melhores graphic novels já escritas. A obra que já foi eleita pela revista Time uma das 100 maiores obras de língua inglesa de todos os tempos, é o complemento exato entre uma história devastadora com um traço ímpar.




Fico triste apenas que o Alan Moore não produza mais e seja tão recluso, cada coisa que esse homem escreve tem uma força primordial. Não sei explicar, mas de alguma maneira as suas obras conseguem te fazer pensar, questionar a realidade, e tem empatia a ponto de se colocar no ponto de cada um dos personagens, sofrendo com eles as suas agruras. Você pode conferir aqui no blog minhas resenhas anteriores para outras obras dele como Do Inferno, A Liga Extraordinária e V de Vingança.  

http://athosds.tumblr.com/post/138420693596/films-list-2-watchmen-i-heard-joke-once-man

O mundo assolado pelas misérias humanas é representado
por Comediante, Ozymandias, Dr. Manhattan, Coruja e Espectral, tão diferentes quanto podemos ser. Uma obra para ler e reler várias vezes, de uma riqueza impressionante, complexa e fascinante. 

A obra foi adaptada para o cinema em 2009 por Zack Snyder. O filme foi muito fiel, deixou de mostrar apenas alguns elementos da HQ, mas de uma maneira geral fez uma adaptação à altura desta obra-prima. Gosto muito do trabalho do cineasta, mesmo que ele seja criticado, mas este filme ficou realmente grandioso. Os personagens ganharam representações à altura, e os atores conseguiram incorporar cada personalidade complexa de forma completa.

Confira o trailer legendado:
Read More

Convites das Editoras Alfaguara, Cia das Letras e Fontanar

Oi gente, tudo bom? Nesse post eu mostro os convites para eventos, lançamentos, palestras e entrevistas, promovidos pelas editoras ou autores. Olha só:




Read More

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Release Um Presente da Tiffany

Livro: Um Presente da Tiffany
Autora: Melissa Hill
Editora: Intrínseca

Véspera de Natal na Quinta Avenida: dois homens estão comprando presentes para as mulheres que amam. Gary quer dar para a namorada, Rachel, uma pulseira de berloques. Em parte, como agradecimento por ela ter pagado a viagem a Nova York durante as festas de fim de ano, mas principalmente porque ele deixou, como sempre, tudo para a última hora.Enquanto isso, Ethan está procurando algo mais especial — um anel de noivado para Vanessa, a mulher que conseguiu levar felicidade à sua vida e à de sua filha depois da morte da primeira esposa, que ele amava tanto.

A vida desses dois casais acaba se cruzando por acidente. Quando as sacolas de compras dos dois homens se misturam sem que ninguém perceba, Rachel ganha o anel de noivado que seria de Vanessa, e encontrar a joia para entregá-la à sua legítima dona revela-se uma tarefa mais complicada do que Ethan imaginava. Será que o destino tem algo inesperado reservado para os casais? Ou será a magia da Tiffany que está no ar?
Read More

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena