sábado, 28 de fevereiro de 2015

Prisioneiros italianos têm pena reduzida por leitura de livros

Segundo a revista The Independent, o conselho regional da Calábria, região no sul da Itália, aprovou a lei que reduz a pena de um preso em três dias para cada livro lido. A medida tem um teto de 48 dias descontados em um ano, ou seja, valem no máximo 18 livros lidos em 12 meses.
  
“Ler é um extraordinário antídoto à tristeza, promove conscientização e redenção social e pessoal”, disse o representante do Ministério da Cultura local, Mario Caligiuri. Para ele, a nova lei vai, além de incentivar a leitura, diminuir a quantidade de pessoas nas prisões.

A Itália é o segundo país com maior número de presidiários na Europa, ficando atrás apenas da Sérvia. A medida foi aprovada pelo governo regional da Calábria e agora deve ser debatida no parlamento nacional, para valer em todo o território. No Brasil, medidas semelhantes já são adotadas em alguns estados.

Read More

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Música de Sexta - John Legend e Common

Música de Sexta é uma sessão semanal para mostrar algumas dicas musicais. A dica de hoje é o talentosíssimo e agora vencedor do Oscar John Legend, em sua parceria com Common, na canção Glory, trilha sonora do filme Selma. Não tem como ouvir esta música, prestar atenção nesta letra e não se emocionar, por tudo que ela representa, vem gente:

Read More

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Estado Islâmico destrói mais de 8 mil livros e manuscritos raros de biblioteca no Iraque

Militantes do Estado Islâmico queimaram pelo menos 8 mil livros e manuscritos raros da biblioteca pública de Mossul, no Iraque, no domingo. Segundo o diretor do local, moradores locais tentaram convencer os radicais a não destruírem instalações da biblioteca, mas eles acabaram explodindo praticamente todo o acervo. Eles fizeram depois uma fogueira com livros culturais e científicos, e ainda levaram embora livros infantis e religiosos, segundo testemunhas. O EI também destruiu, no domingo, uma igreja e o teatro da universidade local. 

O biblioteca foi fundada em 1921, após o nascimento do Estado iraquiano moderno. Em seu conteúdo, estavam manuscritos que datavam de até 5000 a.C., livros sírios impressos na primeira gráfica do país, títulos que datam do Império Otomano, jornais locais de décadas anteriores e antiguidades como astrolábios. Grande parte era considerada patrimônio raro pela Unesco. O acervo de famílias da alta sociedade da região também era hospedado na biblioteca.

"É uma pena. Costumava ir nos anos 1970. Era um dos grandes lugares de Mossul. Ainda lembro da listagem alfabética dos livros", lamentou Akil Kata, que se exilou da cidade há anos, por conta da instabilidade da região.

Em 2003, invasores destruíram grande parte do local, roubando vários livros e manuscritos. O conteúdo acabou sendo recuperado e devolvido, segundo o ex-diretor adjunto da instituição, Qusai al-Faraj. O Iraque é tido como berço da civilização.

Mossul foi tomada pelo EI em junho do ano passado, durante o momento mais crítico da expansão territorial do grupo. Forças curdas, com apoio dos EUA e do governo iraquiano, têm lutado para retomar a cidade. O Comando Central militar americano afirmou que mais de 20 mil combatentes estavam sendo preparados para tentar retomar a cidade até maio. O Iraque criticou a divulgação das informações.

Via: Yahoo!
Read More

Vermelho como o Sangue

de Salla Simukka (Editora Novo Conceito)

No frio congelante do inverno finlandês, Lumikki Andersson tenta apenas passar pelo ensino médio, quando um mistério surge em seu caminho. A estudante de 17 anos encontra na sala de fotografia da escola de artes que frequenta uma sacola cheia de notas de euro, manchadas de sangue, e sabe que deve pertencer a algum dos alunos. As notas estão penduradas para secar após alguém tentar remover o sangue.

Lumikki sempre foi muito quieta e tentou passar despercebida nesta escola nova, por ter sofrido muito bullying nas escolas que estudou quando era pequena. Ninguém consegue compreender seu jeito silencioso e observador. De maneira geral a personagem é muito interessante, e é meio difícil compreender ela no começo da história.



 
Lumikki segue o proprietário do dinheiro e acaba se envolvendo em algo muito maior do que poderia imaginar. Os alunos mais populares estão com o dinheiro por engano e precisam de ajuda. Sendo uma adolescente morando sozinha em uma cidade estranha apenas por melhores condições de estudo, Lumikki aprendeu a observar sem se envolver. Mas desta vez ela não consegue se afastar desta cadeia de eventos, que podem causar a sua morte.

Em um mundo recém descoberto de traficantes e policiais corruptos, a jovem tenta desvendar os mistérios que vão surgindo, e contará com a ajuda de seus novos amigos para tanto. E nessa parte começam as duas sacadas da história: que as aparências enganam muito, já que os colegas para quem ela nunca deu atenção de mostram bons amigos. E também, por que neste ponto o suspense toma conta da história, que vai se desenrolando com muitas surpresas e cenas de tirar o fôlego.


Outra coisa que é interessante é que o livro de passa na Finlândia, que é um lugar do qual ouvimos falar pouco aqui no Brasil. Salvo as exceções de quem se interessa e vai atrás de informações, no geral as pessoas não sabem muito sobre a cultura de lá. E dá pra perceber na história muitos elementos culturais bacanas que são diferentes daqui. Da mesma maneira a presença do frio é muito constante no livro, sendo comentado ou sentido pelos personagens, ou apenas como uma parte do ambiente é interessante entrar em um mundo branco, cheio de gelo, tão distante do nosso.




O livro que faz referência à Branca de Neve tem algumas cenas muito boas de perseguição e que causam muita ansiedade no leitor, mas no geral deixa um pouco a desejar. Os personagens secundários são um pouco estereotipados, como por exemplo os "vilões" da história e a proposta inicial não se cumpre totalmente. Ficou muito preto no branco e a gente sabe que na vida as pessoas não são necessariamente boas, ou apenas 100% ruins, faltou um pouco de humanidade aos caras maus e um pouco de defeitos nos bonzinhos, para equilibrar tudo e tornar mais verossímil. 

Talvez por que criei uma expectativa muito grande quanto a narrativa achei ele fraco, mas achei que o livro enrola o leitor, mas valeu a leitura, até porque ele não é muito extenso. Talvez se fosse um único volume gigante ficaria mais legal, do que lançar em três partes. A edição brasileira do livro ficou super caprichada, e a capa foi uma das mais lindas de 2014, com certeza.




O livro é bem independente, e tem uma resolução no fim, mas tem duas continuações ainda a serem lançadas no Brasil: Branco Como a Neve e Preto Como o Ébano. Vale esperar que a história melhore na sequência, o que eu realmente acho que vai acontecer, todo o burburinho no exterior em volta desta série não pode ser em vão. Até porque me parece que ler os três livros juntos seria mais satisfatório do que ler os três volumes separados e com tempo de intervalo.
Read More

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Quote de Quarta #35

Inspiração semanal em forma de citações de grandes autores e grandes obras. De livros, e sobre livros!
 
Read More

Release Jackaby

Livro: Jackaby
Autor: William Ritter
Editora: Única

Recém- chegada a Nova Fiddleham, Nova Inglaterra, 1892, e na necessidade de um trabalho, Abigail Rook atende RF Jackaby, um investigador do inexplicável com um olho afiado para o extraordinário - incluindo a habilidade de ver seres sobrenaturais. Abigail tem um dom para perceber detalhes comuns, mas importantes, o que faz dela perfeita para o cargo de assistente de Jackaby . Em seu primeiro dia, Abigail encontra-se no meio de um caso emocionante: Um serial killer está à solta. A polícia está convencida de que é um vilão comum, mas Jackaby está certo que é uma criatura não-humana, cuja existência a polícia - com a exceção de um jovem detetive bonito chamado Charlie Cane - nega.

Doctor Who encontra Sherlock no romance de estreia de William Ritter, que dispõe de um detetive do paranormal como visto através dos olhos de seu assistente aventureiro e inteligente em um conto repleto de humor atrevido e uma dose do macabro.
Read More

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Resenhas do Oscar 2015

Oi gente, tudo bem com vocês? Como todo mundo sabe domingo foi dia de premiação do Oscar, e como cinéfila declarada tentei assistir todos os filmes concorrendo. Pela primeira vez pude ver todos os concorrentes a melhor filme antes da entrega dos prêmios, assim como alguns que concorriam em várias categorias. Dos principais acho que faltou Para Sempre Alice e Foxcatcher, mas leiam abaixo o que achei destes filmes nas mini-resenhas que fiz para a página do blog no Facebook.

A Teoria de Tudo, de James Marsh (123 minutos): O filme conta a história real do físico Stephen Hawking, desde o momento em que descobre que possui esclerose lateral amiotrófica. A doença não o impede de se relacionar com aquela que veio a se tornar sua esposa, nem de prosseguir com seus estudos. O filme é lindo, mostra a história de Hawking de uma maneira sensível e emocionante. As atuações de Eddie Redmayne e Felicity Jones dão show, e no geral eu considero um dos melhores filmes desta safra.
Concorreu a Melhor Filme, Melhor Ator com Eddie Redmayne, Melhor Atriz com Felicity Jones, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Trilha Sonora.

Ganhou melhor ator com Eddie Redmayne.

Sniper Americano, de Clint Eastwood (133 minutos): Conta a história real do atirador de elite e SEAL do exército americano Chris Kyle, envolvido em diversas incursões na Guerra do Iraque. Bradley Cooper no papel principal faz um trabalho excelente, provavelmente sua melhor atuação no cinema. Sienna Miller faz o papel da esposa, mas apesar de uma atuação consistente, ficou um pouco apagada. Uma história cheia de força e um filme com uma direção impecável, as cenas de guerra são muito boas, e os efeitos especiais são sutis e bem posicionados. Mistura drama e ação em medidas iguais e mostra de maneira efetiva as mudanças que o conflito podem causar ao psicológico dos soldados. Destaque para a edição de som e o roteiro bem construído. Falhou apenas com a cena do bebê falso, que não sei como passou para o corte final do filme. Teve ótima arrecadação, sendo um sucesso de público.

Concorreu a Melhor Filme, Melhor Ator com Bradley Cooper, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Montagem, Melhor Mixagem de Som e Melhor Edição de Som.

Ganhou Melhor Edição de Som.

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância), de Alejandro González Iñárritu (119 minutos): Um ator marcado por interpretar um super-herói tenta retomar o sucesso com uma peça na Broadway, enquanto lida com seu ego e demais problemas psicológicos. Michael Keaton mostra uma boa atuação, ao lado de Emma Stone em seu melhor papel, e um Edward Norton que ainda consegue surpreender mesmo depois de tantos filmes excelentes, Naomi Watts não fica para trás. Apesar de uma bela fotografia, com plano sequência realmente fabuloso, trilha sonora com solos de bateria que dão o tom da instabilidade emocional do personagem principal, o filme apresenta os personagens, dá uma amostra de roteiro com diálogos muito bons mas não vai muito além disto. Pessoalmente, não acho que seja um filme tão bom quanto a crítica quer nos fazer acreditar, mas acho que vai levar algumas estatuetas.

Concorreu a Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator com Michael Keaton, Melhor Ator Coadjuvante com Edward Norton, Melhor Atriz Coadjuvante com Emma Stone, Melhor Roteiro Original, Melhor Fotografia, Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som.

Ganhou Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original e Melhor Fotografia. 

Boyhood - Da Infância à Juventude, de Richard Linklater (165 minutos): Um filme que entra para a história do cinema, filmado durante 12 anos, conta a história de Mason, um filho de pais separados. O longa acompanha o menino em seu crescimento, e mostra a ação do tempo em todos os atores enquanto envelhecem. Ellar Coltrane, o ator principal, começa como um menininho e mostra na tela as mudanças ocorridas durante o passar do tempo, compartilhando isto com seu personagem. Ethan Hawke e Patricia Arquette estão ótimos como os pais do menino. Um trabalho de direção espetacular e bela fotografia, Boyhood é um filme lindo e emocionante, que mostra com delicadeza as pequenas transições da vida, e que momentos simples que todos nós vivemos também merecem ganhar as telas.

Concorreu a Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator Coadjuvante com Ethan Hawke, Melhor Atriz Coadjuvante com Patricia Arquette, Melhor Roteiro Original e Melhor Montagem.

Ganhou melhor atriz coadjuvante com Patricia Arquette.

Interestelar, de Christopher Nolan (168 minutos): Filme controverso e complexo, mostra um mundo esgotado de recursos naturais. Neste futuro, um grupo de cientistas busca outros planetas que possam abrigar vida humana. Uma expedição parte liderada por Cooper, que deixa seus filhos na terra, e futuramente sua filha Murph segue seus passos. Este é um longa com um roteiro intrincado, e maravilhoso, e que foi trazido para as telas de forma magnífica. Apesar de ser extenso, dura o tempo necessário para explicar os fatos que levam aos eventos mostrados, e coloca um monte de teorias de física a prova. Com efeitos especiais primorosos e elenco estelar, Matthew McConaughey é o protagonista, ao lado dos igualmente bons Michael Caine, Anne Hathaway, Matt Damon, Jessica Chastain e Casey Affleck.

Concorreu a Melhor Design de Produção, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Trilha Sonora, Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som.

Ganhou Melhores Efeitos Visuais.
Invencível, de Angelina Jolie (137 minutos): Baseado na história real de Louis Zamperini, o filme estrelado por Jack O'Connell mostra a história do homem que foi campeão olímpico, e na Segunda Guerra Mundial sofreu um acidente aéreo ficando 47 dias à deriva, apenas para ser resgatado pelos japoneses e virar prisioneiro. A história que por si só já é emocionante, tem uma bela fotografia e ótimas atuações, com destaque para O'Connell e Domhall Gleeson como Phil. O filme mostra de maneira muito bela a infância de Zamperini, mas falha um pouco ao criar empatia entre os personagens e os espectadores, uma história como esta deveria emocionar bem mais, mas de maneira geral é um bom filme.

Concorreu a Melhor Fotografia, Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som.

O Grande Hotel Budapeste, de Wes Anderson (100 minutos): O filme narra a história de um hotel, onde o gerente fica amigo de um garoto que trabalha como mensageiro. No período entre guerras, os dois vivem aventuras tentando gerir o estabelecimento. O filme está cheio de grandes atores, todos com um espaço na história e atuações impressionantes. O filme tem a estética típica de Anderson, e a fotografia mostra o seu amor pela simetria. O longa começa meio devagar, e se leva algum tempo até compreender onde ele está indo, mas é um filme maravilhoso com uma bela história, e que foi executado muito bem.

Concorreu a Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original, Melhor Trilha Sonora, Melhor Cabelo e Maquiagem, Melhor Figurino, Design de Produção, Melhor Montagem, Melhor Fotografia.

Ganhou Melhor Trilha Sonora, Melhor Design de Produção, Melhor Maquiagem e Cabelo e Melhor Figurino.

Selma - Uma Luta pela Igualdade, de Ava DuVernay (127 minutos): O filme mostra a luta de Martin Luther King Jr. em favor dos direitos dos afro-americanos na década de 1960. Na cidade de Selma, no Alabama um grupo busca o direito ao voto e à igualdade, e o reverendo se alia a este grupo, angariando apoio de todo o país após uma dura repressão das forças policiais da cidade. O longa estrelado por David Oyelowo, que por sinal, encarnou o espírito de MLK, principalmente nos discursos, mostra o embate entre a busca pelos direitos humanos e os governantes retrógrados. Filme poético, e pesado, mostra tanto a beleza de uma luta idealista quanto a violência que vem de enfrentar as pessoas que estão no poder. Filme maravilhoso e que com certeza merecia mais indicações.

Concorreu a Melhor Filme e Melhor Canção por Glory, de John Legend e Common.

Ganhou Melhor Canção.

O Jogo da Imitação, de Morten Tyldum (114 minutos): Cinebiografia do matemático inglês Alan Turing, considerado pai da computação, o personagem de Benedict Cumberbatch reúne uma equipe que tenta desvendar o código de criptografia dos nazistas, para vencer a Segunda Guerra Mundial. Turing que era homossexual precisou esconder sua personalidade para que isto não lhe causasse problemas. O filme consegue mostrar a atmosfera do período da guerra, assim como o embate entre a personalidade do matemático e do resto de sua equipe. Benedict está fenomenal, como é de seu feitio e Keira Knightley que também sempre surpreende está especialmente boa. O resto do elenco também é ótimo, e a trilha sonora está muito boa.

Concorreu a Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator com Benedict Cumberbatch, Melhor Atriz Coadjuvante com Keira Knightley, Melhor Trilha Sonora, Design de Produção, Melhor Montagem, Melhor Roteiro Adaptado.

Ganhou Melhor Roteiro Adaptado.

Whiplash - Em Busca da Perfeição, de Damien Chazelle (106 minutos): O jovem baterista Andrew Neiman sonha em ser o maior de sua geração, e treina com afinco no conservatório Shaffer, melhor escola de música dos Estados Unidos. Quando o implacável Terence Fletcher lhe dá uma posição em sua banda, a pressão pode levar o jovem ao limite. Miles Teller realmente surpreende no papel de Neiman um jovem egoísta e insensível que só pensa na sua futura carreira como músico, mas o filme pertence a J.K. Simmons que tem levado todos os prêmios por sua atuação, e que é o destaque do filme. Direção excelente, um filme bom em todos os aspectos técnicos, mas com uma história que falha em cativar o espectador, tem boas cenas e um final surpreendente mas há filmes melhores na competição. 

Concorreu a Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante com J.K. Simmons, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Montagem e Melhor Mixagem de Som.

Ganhou Melhor Ator Coadjuvante com J.K. Simmons, Melhor Mixagem de Som, Melhor Montagem.
Read More

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Booktrailer de Domingo #37

O booktrailer de domingo é um espaço para mostrar o que as editoras estão produzindo de legal em material audiovisual para divulgar os seus lançamentos.O livro de hoje é Sonhei que Amava Você, lançamento do final do ano passado da autora brasileira Tammy Luciano, pela Editora Valentina. Confira:

Read More

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Pulp Fiction ganha versão brasileira em HQ digital

Um dos maiores sucessos do diretor Quentin Tarantino, Pulp Fiction estreou nos cinemas americanos no dia 14 de outubro de 1994. Até hoje, 20 anos depois, ele ainda é considerado um símbolo dentro da cena cult.

Para não deixar a data passar em branco, a homenagem brasileira montou uma HQ digital que reúne mais de 15 artistas expoentes do cenário nacional, responsáveis por recriar as cenas icônicas do filme em forma de quadrinhos.

O artista plástico Marcos Bravo assina a capa da revista e nomes como Marcos Rodrigues, Gustavo Garcez, Alez Genaro, Bruno Jacob e Thais Leal também estão envolvidos no projeto.

A partir das 22h desta terça já será possível visualizar "Pulp Fiction 20 anos", que vai ganhar vida na página oficial do projeto no Facebook.


Via: Correio do Povo
Read More

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Música de Sexta - Imagine Dragons

Música de Sexta é uma sessão semanal para mostrar algumas dicas musicais.A dica de hoje é a banda Imagine Dragons que estourou em 2014 com a música Radioactive. A banda americana de indie foi formada em Las Vegas em 2008, e o som deles é metade autoral e metade comercial, mas vale a pena curtir. Escolhi "I Bet My Life" pra vocês ouvirem, que também tem um clipe lindo, cheio de cenas panorâmicas. Ver ver:

Read More

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Release Royale com Queijo


Livro:  Royale com Queijo - As mais deliciosas frases dobre gastronomia do cinema
Autora: Mariza Gualano
Editora: Valentina

Livro nacional, em que a jornalista Mariza Gualano reuniu frases de diversos filmes relacionadas à comida e gastronomia.O lançamento de março possui frases sobre gastronomia do cinema é uma compilação com mais de 600 citações sobre bebidas e comidas, extraídas de produções cinematográficas.
 
Agrada leitores dos mais variados gostos e perfis, desde os gourmant até os adeptos de fast-food, sem distinção. Escrito pela publicitária Mariza Gualano, autora de livros de referência sobre a sétima arte.
Read More

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Caixa de Correio #40

Oi gente como estão vocês? Todo mundo se recuperando do carnaval (seja de festejar ou de ficar em casa com preguiça)? Eu sei que eu quase só trabalhei e dormi, então foi válido! rsrsrs

Mas vamos a Caixa de Correio de número 40 do blog! Yay! Duas coisas: 1. esqueci de tirar foto da pilha (de novo, não me odeiem). 2.eu sei que é muita coisa gente, mas não se apavorem por que deixei acumular durante bastante tempo.

Então vem ver o que chegou de bom:

Recebi o lindo Jardim Secreto de Johanna Basford, da Editora Sextante. Veio com uma embalagem de presente, com boton e caixinha de lápis de cor. *-* Logo tem resenha por aqui. 

 Chegou da Editora Saída de Emergência o livro Outlander- A Libélula no Âmbar, de Diana Gabaldon. Já estou lendo e logo tem resenha. Enquanto isso confira minha opinião sobre A Viajante do Tempo.

 Também recebi do Grupo Sextante/Arqueiro/SdE este kit lindo de Feliz Ano Novo, com cartinha, marcadores e calendário. Mas o carteiro jogou na grama de casa em um dia de chuva e estragou um pouquinho. :'(

 Ganhei mais uma cortesia do Skoob! Gente eu sou um unicórnio, as pessoas reclamam que nunca ganham e eu já ganhei algumas vezes... ¯\_(ツ)_/¯ Dessa vez veio o livro After, da Anna Todd.

 Recebi os dois livros deste ano da Coleção Leia Para Uma Criança da Fundação Itaú Social, eles são Gato Pra Cá, Rato pra Lá e Papai!.

Recebi do autor parceiro Breno Melo o seu livro A Garota que Tinha Medo, lançado em parceria com a Chiado Editora. Logo tem resenha aqui no blog!

 Na caixa de dezembro da Editora Novo Conceito veio O Grande Ivan, pelo selo #Irado.

 E também chegaram Uma Chance Para Recomeçar, da Lisa Kleypas e Minta que Me Ama, da Maria Duffy, ambos da NC. 

 Da Editora Arqueiro chegou o muito esperado A Música do Silêncio do Patrick Rothfuss, além de boton e marcadores.

 E na caixa de janeiro e fevereiro da Novo Conceito vieram Quando um Homem Ama Uma Mulher, da Bella Andre (que tem uma capa linda) e As Cores do Entardecer, de Julie Kibler.

 Sucesso de dois youtubers que rende livro: Eu Fico Loko, de Christian Figueiredo de Caldas e Diário de um Adolescente Apaixonado, de Rafael Moreira.

 Chegaram ainda Três Dias Para Sempre, da Janda Montenegro e Boa Noite, Estranho da Jennifer Weiner, ambos da Editora Novo Conceito.
Do selo #irado, também veio O Reino Secreto de Todd, de Louise Galveston, em edição lindíssima com capa dura.

E vocês, o que tem recebido de bom?
Read More

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Links Dignos da Semana #1

Oiee, como estão vocês? Então gente há muito tempo eu penso em fazer uma sessão semanal, ou sem uma periodicidade fixa, para indicar matérias e links de outros sites que eu achei interessante e gostaria de compartilhar com vocês. Então a partir de hoje aqui no Uma Leitora, de vez em quando devem aparecer os Links Dignos da Semana. Vem ver:

  • O Vírgula contou a história da fotógrafa romena Mihaela Noroc, que viaja o mundo fotografando diferentes exemplos de beleza feminina, e as fotos dela são incríveis:

Garota em San Pedro de Atacama - Chile


  • O Catraca Livre fez uma matéria contando sobre o Instagram mais legal que eu vi essa semana, ele se chama @hotdudesreading e mostra caras lindos lendo no metrô. hahahahaha. Deleite seus olhos:

Página reúne fotos de homens charmosos lendo livros no metrô de NY
Magyas do metrô

  • O Buzzfeed tem uma seleção de doces e guloseimas de antigamente que não existem mais. Muitos são da nossa infância e deixaram muitas saudades, como o chocolate Surpresa da Nestlé, o pirulito Push Pop e o salgadinho Zambinos. Olha só:

32 sabores inesquecíveis da sua infância que foram extintos


Vai dizer que não bateu fome?



  • No Blog da Lua tem um post completinho sobre a nova coleção de maquiagens oficiais do novo filme live-action Cinderella da Disney que a Mac está lançando, confira:

Coleção MAC Cinderella 

Necessitando essa paletinha de sombras!
  • Para quem curte futebol mundial e está no Tumblr, uma boa dica é seguir o Football HQs, página que posta um monte de fotos lindas de vários jogadores de times ao redor do mundo. Serve de colírio também:
Read More

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Curta-metragem: Cupidity "Kismet Diner"

Oi gente, como estão vocês? Curtindo o feriadão, sem dúvida! haha.. Eu estou trabalhando, mas amanhã tenho um descanso também. Estou passando hoje para compartilhar um dos vídeos mais lindos que vi na internet nos últimos tempos, Cupidity foi uma série de vídeos de amor, produzidos pela Cornetto (sim, do sorvete mesmo), e um deles chamado Kismet Diner foi dirigido por Mark Nunneley. 

O filminho de menos de 9 minutos conta a história de uma garçonete aspirante a cantora que encanta todos com sua voz, menos o único cliente de quem queria atenção. Vem ver e prepara o lencinho, por que a história deste casal é emocionante demais! Adivinha se eu não chorei um rio vendo esse curta? :)

Read More

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Booktrailer de Domingo #36

O booktrailer de domingo é um espaço para mostrar o que as editoras estão produzindo de legal em material audiovisual para divulgar os seus lançamentos. A dica de hoje é a série Os Sete Reinos, que inicia com O Rei Demônio. Esta série de fantasia épica foi escrita por Cinda Williams Chima e publicada no Brasil pela Editora Suma de Letras. Confira:

Read More

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Release Por Lugares Incríveis

Livro:  Por Lugares Incríveis
Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte

Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.

Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e começam uma amizade.
Read More

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Música de Sexta - James Bay

Música de Sexta é uma sessão semanal para mostrar algumas dicas musicais.
Oiee, como estão vocês? Se preparando para curtir o carnaval? haha. Eu não, primeiro por que vou estar trabalhando e segundo porque não gosto mesmo de carnaval (me julguem).

Então minha gente, a dica de hoje é o cantor britânico James Bay, que além de ser lindo tem músicas fofas e que são compostas por ele mesmo. O som é pra quem curte essa vibe voz e violão, mais calma (que eu, por exemplo, gosto demóóis). Escolhi pra vocês ouvirem a minha favorita dele Hold Back the River, mas também vale a pena ouvir a versão do rapaz para Forever, do Haim, e as canções When We Were On Fire, Lei it Go, e Clocks Go Forward. Cata:


Read More

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Outlander - A Viajante do Tempo

de Diana Gabaldon (Editora Saída de Emergência)

A série Outlander é sucesso de público e vendas há muitos anos, e recentemente ganhou uma nova edição no Brasil pela Editora Saída de Emergência. A publicação vem na onda da série de tevê baseada nos livros. O romance se destaca principalmente por ser uma fusão de gêneros literários muito amados, como a literatura fantástica, e o romance histórico. Como já contei pra vocês antes, quando gosto muito de um livro sempre tenho dificuldade para resenhar ele, principalmente porque Outlander é extenso e muita coisa acontece, e não quero dar muitos detalhes da história pra não estragar.

A Viajante do Tempo, primeiro volume, conta a história de Claire, enfermeira durante a Segunda Guerra Mundial que tenta retomar sua vida após o conflito. Ela e o marido Frank saem de férias pela Escócia, em uma segunda lua de mel, quando um acidente em um círculo de pedras a transporta para o ano de 1743. Falado assim parece que é uma besteira, mas a forma como Diana Gabaldon desenvolve seus personagens e suas cenas torna tudo muito plausível, e além disto, muito real.



Claire então se vê em meio a uma batalha entre os clãs das Terras Altas e os soldados britânicos e força sua mente racional a compreender que não está mais no século em que nasceu. Resgatada pelo clã Mackenzie, ela só pode contar com a ajuda do fugitivo Jamie Fraser, o único disposto a confiar em uma sassenach, uma estrangeira, que pode ser uma espiã para qualquer um dos lados.

Claire encontra Black Jack Randall, um antepassado de seu marido Frank, que tem a mesma aparência que ele, mas um coração negro. Black Jack é uma pessoa cruel e que se leva algum tempo para começar a entender, mas que tem um papel muito importante na narrativa.

Da mesma forma, Claire conhece Jamie Fraser, um sobrinho dos senhores Mackenzie, um foragido da justiça. Mas ele é inocente, e por esta acusação precisa viver longe de suas terras e de sua irmã. Desde o primeiro encontro os dois sentem uma tensão no ar entre eles, e não conseguem impedir a atração que surge, junto com uma amizade, a relação dos dois é muito complementar, e eles simplesmente combinam. Claire e Jamie tem uma história, tão linda, mas tão linda que eu poderia falar sobre eles por horas, mas daí ia estragar tudo com um monte de spoilers hahahaha.

Enquanto tenta aceitar sua situação de viajante do tempo, Claire aprende os costumes da época e as tramas de envolvem o Castelo Leoch, primeiro lugar onde vive em 1743. Fato é que ela não pode revelar sua condição a ninguém, por que ainda não pode confiar nas pessoas que está conhecendo. Na época os ingleses são inimigos dos Clãs, e Claire pode ser uma espiã inglesa tentando descobrir segredos.

Como foi enfermeira, e foi criada por seu tio que era arqueólogo Claire sempre foi acostumada a viver uma vida muito livre, então tem muitas dificuldades para se encaixar no cotidiano de um outro modo de vida. Mas logo na chegada ela já usa suas habilidades para curar algumas pessoas, e é contratada como a "médica" do castelo, ganhando uma sala de atendimento e os equipamentos disponíveis na época. 


Como um misto de fantasia, ficção, aventura e romance a obra promete agradar a vários públicos. A narrativa de Gabaldon é fluida e encantadora, mas extensa, e as 800 páginas assustam no começo. Mas entrar na leitura é viajar para outro mundo ao lado de Claire, e vivenciar uma realidade de valores perdidos, e cada página vale a pena.

Eu me tornei muito fã da história depois de assistir só os trailers da série, e esperei ansiosamente o meu livro chegar. A leitura não foi tão rápida por que é um livro extenso, mas me tornei fã de carteirinha de Outlander. A história tem uma força inacreditável, as suas cenas, os personagens, os fatos históricos entremeados na narrativa, as cenas de romance, o humor, tudo é tão bem amarrado que parece algo real que foi espremido em livro, não tem muito como explicar a qualidade da obra de Gabaldon, só dando uma chance para história e lendo por si.



As descrições da Escócia, dos campos, da chuva e do frio fazem as imagens passarem diante dos olhos do leitor como em uma tela de cinema e é impossível não morrer de vontade de conhecer o país, e assim como Claire vagar pelas Highlands. Não surpreende depois da leitura a atitude dos fãs mais fervorosos que dariam tudo para viver como Claire, e conhecer esta época.  

Eu com certeza recomendo a leitura, e todo fã de qualquer um dos gêneros dentro de Outlander vai se identificar com a história e gostar do que lê. Como adição a esta narrativa maravilhosa, a edição brasileira da SdE está linda demais, estão caprichando muito nas capas e na arte interna dos livros.

A continuação, A Libélula no Âmbar, já foi lançada e eu já estou lendo, então assim que terminar tem resenha por aqui.

Como já comentei, o sucesso dos livros vem compartilhado com a série de tevê. Produzida pelo canal Starz, a série tem o aval e a produção de Diana Gabaldon (o que garante a fidelidade aos livros) e é estrelada por Caitriona Balfe (Claire), Sam Heughan (Jamie) e Tobias Menzies (Frank/ Jack Randall).  Não vou falar muito por que assim que sair a primeira temporada completa (está na mid season) eu faço um post completão de série explicando tudinho pra vocês.
 Confiram o trailer:

Read More

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Empresa paga R$ 100 por cada livro que funcionários leem

Em São Paulo, a empresa AlphaGraphics decidiu incentivar seus funcionários de um jeito diferente. Ciente de todos os benefícios promovidos pela leitura, eles lançaram o programa de incentivo à leitura entre seus colaboradores. A princípio, o projeto beneficiou cerca 30 de profissionais de duas redes da capital paulista, mas a ideia é estender a campanha para as unidades de todo país.

Após ler um livro, que obrigatoriamente deve envolver o tema de negócios, o funcionário pode fazer a apresentação da obra para a equipe da AlphaGraphics, expondo seus principais conceitos somado aos próprios conhecimentos adquiridos. Se for aprovado pelos colegas, o leitor ganha R$ 100.

Assim, caso consiga realizar 12 apresentações, todas aprovadas pelo time, o funcionário ainda ganha mais R$ 600 como prêmio, atingindo R$ 1.800 de bonificação extra por ano.

Todos os colaboradores da AlphaGraphics têm acesso à biblioteca interna com mais de 140 livros de negócios disponíveis, como “A Loja de Tudo”, “O Verdadeiro Poder”, “O 8º Hábito – da Eficácia à Grandeza” e “Startup Enxuta”, entre outros.

Read More

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Coluna no Jornal Gazeta do Sul - Nas Telonas

Oi gente boa, como estão vocês? Fiquei alguns dias sem postar a minha coluna, mas ela continua saindo no jornal a cada quinze dias, vou postar algumas atrasadas e depois tento colocar na data certinha, ok? Espero que gostem!

NAS TELONAS

A premiação do Oscar 2015 acontece em 22 de fevereiro e entre os concorrentes a Melhor Filme, alguns foram baseados em livros, que também competem na categoria de Melhor Roteiro Adaptado. Confira dois deles:

A Teoria de Tudo, de Jane Hawking (Editora Única)
: Quando conheceu o jovem Stephen, Jane ficou encantada com sua personalidade bem-humorada e pelo brilhantismo de seus estudos. A jovem chegou a uma família que buscava conhecimento e cultura a todo momento, o que não surpreende Stephen Hawking ter se tornado uma das mentes mais brilhantes do mundo. Jane, que veio a se tornar a primeira esposa do físico, relata no livro os primeiros sintomas da doença que viria a tirar os movimentos de Hawking, a Esclerose Lateral Amiotrófica, além da evolução de suas principais teorias.

Sniper Americano, de Chris Kyle (Editora Intrínseca): Na autobiografia, o militar americano e atirador de elite dos Seals conta como foram seus 10 anos servindo o exército e suas incursões no Iraque, Afeganistão e outras zonas de guerra. Chris alcançou o recorde de mais de 130 mortes confirmadas pelo Pentágono, e vivenciou o horror e a realidade do conflito, como a perda de amigos e a dificuldade de se manter frio diante da precisão exigida pelo seu trabalho. Kyle retornou ao lar e conta também como precisou ainda enfrentar a difícil readaptação dos militares veteranos.


Mais vendidos em Santa Cruz do Sul*.
1 – Garota Exemplar – Gillian Flynn (Editora Intrínseca)
2 – Para Onde Ela Foi – Gayle Forman (Editora Novo Conceito)
3 – Não Se Apega Não – Isabela Freitas (Editora Intrínseca)
4 – Segundo Eu Me Chamo Antônio – Pedro Gabriel (Editora Intrínseca)
5 – A Bibliotecária de Auschwitz – Antônio Iturbe (Editora Planeta)
Read More

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

5 Lançamentos da Editora Arqueiro

Livro: A Rainha Normanda
Autora: Patricia Bracewell
Editora: Editora Arqueiro

Em 1002, Emma da Normandia, uma nobre de apenas 15 anos, atravessa o Mar Estreito para se casar. O homem destinado a ser seu marido é o poderoso rei da Inglaterra, Æthelred II, muito mais velho que ela e já pai de vários filhos. A primeira vez que ela o vê é à porta da catedral, no dia da cerimônia. Assim, de uma hora para outra, Emma se torna parte de uma corte traiçoeira, presa a um marido temperamental e bruto, que não confia nela. 

Livro: A Toda Prova - Mickey Bolitar Livro #3
Autor: Harlan Coben
Editora: Editora Arqueiro

Oito meses se passaram desde que Mickey Bolitar presenciou a trágica morte de seu pai. Por muito tempo, o garoto não teve nenhum motivo para questionar o que aconteceu naquele acidente fatal. Mesmo ansiando pela solução do mistério, Mickey precisa se dedicar a outro estranho caso. Sua amiga Ema revela que começou um relacionamento pela internet e que está apaixonada. Contudo, seu suposto namorado sumiu sem explicação. Recusando-se a acreditar que foi enganada, ela pede a ajuda de Mickey. 

Livro: Paixão ao Entardecer - Os Hathaways #5
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Editora Arqueiro

Mesmo sendo uma família nada tradicional, quase todos os irmãos Hathaways se casaram, até mesmo Leo, que era o mais avesso a essa ideia. Mas para a caçula Beatrix, parece não haver mais esperança.
Dona de um espírito livre, apaixonada por animais e pela natureza, Beatrix se sente muito mais à vontade ao ar livre do que em salões de baile. E, embora já tenha frequentado as temporadas londrinas e até feito algum sucesso entre os rapazes, nunca foi seriamente cortejada, tampouco se encantou por nenhum deles. Mas tudo isso pode mudar quando ela se oferece para ajudar uma amiga.
Ela começa a escrever para o Capitão Phelan e assina com o nome da amiga. Beatrix só não imaginava o poder que as palavras trocadas teriam sobre eles.

Livro: Para Sir Philip, Com Amor - Os Bridgertons #5
Autora: Julia Quinn
Editora: Editora Arqueiro

Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência.  

Livro: Perdas e Danos
Autora: Diane Chamberlain
Editora: Editora Arqueiro

Travis Brown é um rapaz diferente da maioria dos jovens de sua idade. Aos 23 anos, já conheceu – e perdeu – seu grande amor, já precisou lutar pela guarda da filha na justiça e agora trabalha incansavelmente para sustentá-la. Sua rotina não é fácil, mas ele consegue levar uma vida digna. De repente, tudo começa a dar errado: ele perde o emprego, sua casa pega fogo e sua mãe morre. Sem ter a quem recorrer, precisa ir morar com a filha em um acampamento para trailers. Lá, conhece Savannah, uma jovem linda e sexy que realmente parece querer ajudá-lo.
Read More

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena